Advogado consegue regime semiaberto para dois réus

Ambos os réus defendidos por Nóbile foram condenados em 4 anos e 10 meses em regime semiaberto.

Advogado consegue regime semiaberto para dois réus
Advogado consegue regime semiaberto para dois réus

O advogado Ernesto Nóbile atuou em um complicado processo de tráfico de drogas, que tramitou na 2ª Vara Criminal da Comarca de Assis, defendendo os réus I.M.S.S., de 20 anos e W.A.D. de 22 anos, enquanto outro advogado militante na Comarca defendeu J.C.G. No final do processo, o Juíz Thiago Baldani Gomes De Filippo entendeu que tratava-se de crime de tráfico internacional de drogas, remetendo o processo para a Polícia Federal e Justiça Federal, de Assis, pois na mala com maconha continha tickets do Paraguai.

Na Justiça Federal o advogado Ernesto Nóbile apresentou longa defesa, mostrando a inocência do réu I.M.S.S., “que estava no lugar errado e na hora errada”.  Ambos os réus defendidos por Nóbile foram condenados em 4 anos e 10 meses em regime semiaberto. Desta forma, sairão do regime fechado e estão aguardando transferência para outra unidade, onde poderão trabalhar de dia, vindo somente para dormir na unidade de semiaberto em Marília ou Bauru.

O outro réu J.C.G. defendido por um advogado da comarca foi condenado a 8 anos e 13 dias de reclusão, em regime fechado, pela crime previsto no artigo 33, caput combinado com artigo 40, inciso I, ambos da Lei 11.343/2006.

#MAIS LIDAS DA SEMANA