Operação do Gaeco prende quadrilha que desviava remédios de alto custo

Investigação aponta que grupo vendia medicamentos abaixo do preço.
Oito suspeitos foram presos na região de Bauru e outras cidades.

Comércio irregular de medicamentos de alto custo é combatido em operação (Foto: Evandro Cini/TV TEM)
Comércio irregular de medicamentos de alto custo é combatido em operação (Foto: Evandro Cini/TV TEM)

O Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) de Bauru (SP), em conjunto com a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e a Polícia Militar, faz na manhã desta quinta-feira (19) uma operação para prender uma quadrilha suspeita de fraudar notas fiscais de medicamentos de alto custo.

Até o momento, foram presas seis pessoas em Bauru e Piratininga, uma em Campinas e uma em Ribeirão Preto. Já foram apreendidos R$ 4 milhões em medicamentos. Carros de luxo utilizados pelo grupo também foram apreendidos em Piratininga.

Segundo as investigações, um funcionário desviava medicamentos da Santa Casa de Araraquara e vendia os remédios por preços bem abaixo do mercado. Estão sendo cumpridos mandados de prisão, busca e apreensão em Bauru, Piratininga e Agudos, além de Ribeirão Preto, Campinas, Guarulhos.

Carros foram apreendidos em operação (Foto: Evandro Cini/TV TEM)
Carros foram apreendidos em operação (Foto: Evandro Cini/TV TEM)

#MAIS LIDAS DA SEMANA