Casal de Palmital morre após caminhão tombar na Raposo Tavares, em Itapetininga

Giovane Lopes de Anduja, de 23 anos e Gláucia Elaine Hirasawa, de 34, morreram no local.

Giovane Lopes de Anduja, de 23 anos e Gláucia Elaine Hirasawa, de 34, morreram no local. (Foto: Reprodução/Facebook)

Um acidente ocorrido na tarde deste domingo na Raposo Tavares, em Itapetininga, matou um casal de Palmital.  Giovane Lopes de Anduja, de 23, conduzia um caminhão que tombou após cair em de um barranco no quilômetro 183, em um dos trechos mais perigosos da rodovia, na região de Sorocaba. Ele era acompanhado da mulher, a dona-de-casa Gláucia Elaine Hirasawa, de 34, que também foi a óbito no local.

Segundo informações do portal G1, com base em dados da Polícia Rodoviária Estadual, o motorista perdeu o controle da direção em um trecho de descida e tombou depois de cair em um barranco do lado oposto da pista em que trafegava, no sentido interior-capital. Quando o resgate chegou, Gláucia já estava morta. Dados da ocorrência, a cerca de 300 quilômetros de Palmital, mostraram que Giovane chegou a falar com os socorristas, mas também não resistiu aos ferimentos.

O trecho onde aconteceu o acidente, conforme relado do G1, é apontado como um dos piores da Rodovia Raposo Tavares. A falta de acostamento dificultou o trabalho do Corpo de Bombeiros, tanto que o resgate às vítimas levou mais de três horas. Os bombeiros precisaram serrar a cabine do caminhão para conseguir retirar o motorista e a passageira. A Polícia Rodoviária reforçou a sinalização durante o trabalhe de resgate, já que precisaram desviar o tráfego.

Segundo amigos ouvidos pela reportagem do JC, o casal havia saído no início da manhã de Palmital e iria até Santos, onde Giovane pegaria uma carga. E deveriam retornar em seguida. Eles tinham dois filhos, um menino de 9 anos (de Glaucia) e uma menina de 3, que ficaram com familiares para que eles fizessem a viagem. Até o início da noite deste domingo, Glaucia e Giovani estavam no IML de Itapetininga e aguardavam a liberação para o translado a Palmital. O velório está previsto para ocorrer no Memorial Aliança, que informou não ter um horário previsto para a chegada dos corpos para os funerais.

Casal de Palmital morre após caminhão tombar na Raposo Tavares, em Itapetininga

VEJA TAMBÉM

#MAIS LIDAS DA SEMANA