Ocorrência em mercado termina com morte em Presidente Prudente

Corporação foi acionada para atender uma ocorrência de ‘arrastão’ no estabelecimento. Jovem arrombou os portões do local e furtou mercadorias.

Rapaz tentou atropelar os policiais por diversas vezes em Presidente Prudente (Foto: Wellington Roberto/G1)

Um rapaz de 20 anos morreu na madrugada desta terça-feira (1º) após ser atingido por dois tiros efetuados por policiais militares, em um supermercado, no Jardim Eldorado, em Presidente Prudente. Conforme a Polícia Militar, o jovem entrou no estabelecimento arrombando os portões e a porta principal, furtou mercadorias e, ao perceber a chegada da corporação, jogou o veículo por diversas vezes contra os militares tentando atropelá-los, que reagiram com disparos, após tentarem conter o motorista sem sucesso.

De acordo com a capitã da PM, Silvia Andréia Montoani, a corporação foi acionada dando conta que dentro do supermercado estava ocorrendo um “arrastão”. “Duas equipes foram encaminhadas ao local. Ao chegarem lá, os militares constataram que os portões estavam arrombados, tanto o de entrada quanto o de saída, e também a porta que dá acesso ao comércio. Ao aproximaram-se da porta, os policiais ouviram barulho de veículo manobrando dentro do mercado”, explicou a oficial.

A capitã informou que os militares fizeram uma incursão, tomando medidas de segurança, porque não sabiam quantas pessoas haviam de fato no local e nem o que estava ocorrendo.

“No momento em que o motorista visualizou os policiais, ele começou a investir contra as equipes com o veículo. Tentou por várias vezes atropelar os policiais e não demonstrou em nenhum momento a intenção de se entregar, tanto que em uma das vezes, ele tentou atropelar um policial e atingiu uma pilha de pneus, deu ré e tentou novamente atingir o militar. Mediante a essa situação, dois policias efetuaram disparos que atingiram o motorista, que o levaram a óbito”.

Segundo a PM, dentro do veículo já existiam vários objetos furtados do mercado.

A capitã explicou que diante da situação, os agentes da corporação não tiveram outra opção para conter o condutor, a não ser atirarem. “Naquele cenário, os policiais não tiveram outra opção. Tudo será apurado. A polícia investigará o caso no inquérito. Se houve alguma falha de procedimento isso também será apontado”, conforme Montoani.

Segundo a oficial, a PM abriu um procedimento para apurar a conduta dos policiais que atuaram na ocorrência.

Conforme a Polícia Militar, o rapaz não possuía antecedentes criminais e dentro do veículo já existiam vários objetos furtados do mercado.

O caso foi registrado na Delegacia Participativa da Polícia Civil de Presidente Prudente.

Empresa

Em um comunicado, o Grupo Muffato lamentou o “desfecho da ação” em seu estabelecimento.

“Na madrugada desta terça-feira fomos vítimas de um ato de violência com a invasão de uma de nossas lojas – o Max Atacadista de Presidente Prudente. As portas de vidro da loja foram destruídas pelo carro utilizado na tentativa de roubo e algumas de nossas gôndolas foram avariadas pelo veículo. Acionada, a polícia agiu rapidamente, evitando maiores danos e ferimentos nos colaboradores que estavam trabalhando naquele momento e estamos gratos por isso, mas lamentamos o desfecho da ação”, informou a empresa.

Rapaz tentou atropelar os policiais por diversas vezes em Presidente Prudente (Foto: Cedida)

#MAIS LIDAS DA SEMANA