Sindicato dos bancários impede entrada de clientes em agências durante protesto

Representantes da categoria dizem que agências do Santander em Pedrinhas Paulista e Cruzália (SP) têm apenas um funcionário para fazer todo o serviço. Banco alega que dois funcionários são responsáveis pelo atendimento e só havia um no momento do protesto por uma situação esporádica.

O sindicato dos Bancários de Assis (SP) impediu, durante protesto nesta quarta-feira (4), a entrada de clientes em duas agências do banco Santander nas cidades de Pedrinhas Paulista e Cruzália (SP) .

Segundo o sindicato, não havia estrutura para atender os clientes, já que há apenas um responsável por atender o caixa, fazer a gerência, empréstimos e atividades bancárias, e não poderia deixar o local para ir ao banheiro, por exemplo.

O sindicato da categoria questionou também a falta de segurança nos bancos e que até o fim da semana essa situação precisaria ser resolvida.

Em nota, o Santander afirmou que os locais não são agências bancárias e sim postos de atendimento bancário, e que dois funcionários devem ficar no local, mas que havia um no momento do ato por uma situação esporádica.

O banco alega ainda que a ação do sindicato foi realizada no final do expediente e não prejudicou a população. A previsão é que o serviço seja normalizado nesta quinta-feira (5).

Sindicato afirma que somente um funcionário faz o atendimento e todos os serviços nas agências de Cruzália e Pedrinhas Paulista (Foto: Sindicato dos Bancários de Assis/ Divulgação )

#MAIS LIDAS DA SEMANA