Fique conectado

Polícia

Funcionário público se passa por promotor de Justiça e cantor famoso para enganar mulheres

Homem chegou a ficar hospedado na casa de uma dentista em um condomínio de luxo, antes de as vítimas pedirem ajuda à Polícia Militar. Autor foi indiciado por estelionato e falsa identidade.

Publicado em

738

Caso foi encaminhado para a Delegacia Participativa da Polícia Civil, em Presidente Prudente (Foto: Valmir Custódio/G1)

Um funcionário público municipal, de 30 anos, morador de Sandovalina, foi preso na noite desta segunda-feira (6), em Presidente Prudente, por estelionato e falsa identidade, após se passar por doente de câncer em fase avançada para uma dentista, de 42 anos, e por amigo de um cantor famoso para uma comerciária, de 25 anos, ao mesmo tempo. As mulheres descobriram que estavam sendo vítimas de um golpe e acionaram a Polícia Militar.

Segundo consta no Boletim de Ocorrência registrado na Delegacia Participativa de Presidente Prudente, a dentista relatou que conheceu um homem pelo WhatsApp que se dizia ser um promotor de Justiça de São Paulo, mas que trabalhava em Presidente Prudente, e que teria um amigo em tratamento de câncer nesta cidade e que o mesmo precisava de um apoio, até a sua chegada ao município.

A dentista, que mora no condomínio de luxo Village Damha, conforme infomações apuradas pelo G1, se prontificou a ajudar e recebeu o funcionário público em sua casa na sexta-feira (3) e, desde então, o hóspede ficou “comendo e bebendo”, com a justificativa de que estaria “com câncer em fase terminal”.

O funcionário também disse à mulher que lhe restavam apenas quatro meses de vida, e pediu R$ 300 emprestados a ela para comprar medicamentos. A vítima relatou que recebeu o dinheiro de volta.

Ainda em contato com o suposto promotor de Justiça, a vítima foi aconselhada a continuar ajudando o rapaz, pois ele “estava com dificuldades financeiras e precisava de apoio financeiro e de onde ficar”.

Outra vítima

Já a comerciária, que mora no Jardim São Bento, também em Presidente Prudente, conforme informações apuradas pelo G1, relatou que conheceu supostamente um cantor famoso pela internet, em julho, e este teria dito a ela que tinha um amigo em Presidente Prudente – o mesmo funcionário público municipal.

A comerciária fez contato com o suposto amigo do cantor e os dois se encontraram, juntamente a dentista, em um barzinho na cidade, onde as vítimas se conheceram. Depois de comerem e beberem, o funcionário público foi para a casa da dentista, onde estava hospedado. O encontro foi na sexta-feira (3).

Voz ao fundo

No domingo (5), a comerciária saiu novamente com o homem e depois deixou-o na casa da dentista. Após isso, a mulher recebeu uma ligação do suposto cantor, o qual disse que estava em um estúdio de gravação na cidade de São Paulo, mas a comerciária ouviu a voz da mãe da dentista ao fundo.

Desconfiada, a comerciária ligou para a dentista para perguntar se sua mãe estaria próxima ao autor, o que foi confirmado.

Assim sendo, as duas concluíram que tinham caído em um golpe, uma vez que mesmo homem havia se passado por cantor, para uma, e por promotor de Justiça, para a outra.

Flagrante

Por volta das 22h desta segunda-feira (6), as mulheres se juntaram com o autor e, anteriormente, combinaram entre elas de irem até a casa da dentista para pegarem as malas do homem e depois se dirigirem à delegacia, mas, no caminho, as vítimas se depararam com uma viatura da Polícia Militar e pediram ajuda, uma vez que estavam com receio da atitude do homem.

Diante dos fatos, os militares deram voz de prisão ao autor que estava no carro da dentista.

Prisão

O caso foi encaminhado à Delegacia Participativa de Presidente Prudente, onde a Polícia Civil ouviu as testemunhas e o relato dos militares, “com maior riqueza de detalhes, sendo que as mulheres imprimiram algumas conversas mantidas com o autor via um aplicativo de internet”. O celular do funcionário público foi apreendido para eventual perícia.

O preso foi interrogado, confessou, e alegou que “somente queria fazer amizades”. Em poder do autor, foram encontradas papéis com anotações de outras páginas no Facebook, que possivelmente seriam utilizadas para a prática de infrações com outras vítimas.

A Polícia Civil ouviu todos os envolvidos, analisou as provas e entendeu que estavam presentes indícios de autoria e materialidade, bem como o estado de flagrante, “já que o autor atribuiu-se de falsa identidade para obter vantagem ilícita em proveito próprio, causando prejuízo às vítimas ao mantê-las em erro”, conforme consta no BO.

Não foi arbitrada fiança e o homem permaneceu preso para ser apresentado em audiência de custódia e depois ser encaminhado para o Centro de Detenção Provisória (CDP) de Caiuá, caso a prisão seja mantida pela Justiça.

Polícia

Carreta bitrem tomba e espalha toras de madeira por avenida em Rancharia

Segundo o Corpo de Bombeiros, o motorista conseguiu sair do veículo sem ferimentos. Via precisou ser interditada para a remoção da carga.

Publicado em

Do G1
Carreta tombou em Rancharia nesta quinta-feira (21) — Foto: Paulo Sérgio Bertoli de Santana/Cedida

Uma carreta bitrem que transportava uma carga de toras de madeira tombou nesta quinta-feira (21) na Avenida Dr. Júlio Lucante, em Rancharia (SP).

Segundo o Corpo de Bombeiros, o motorista conseguiu sair do veículo sem ferimentos.

O acidente de trânsito ocorreu no momento em que o condutor da carreta saía da Rodovia Homero Severo Lins (SP-284) e entrava na cidade.

A via precisou ser interditada para que fosse providenciada a remoção da carga, que se espalhou pelo local.

Carreta tombou em Rancharia nesta quinta-feira (21) — Foto: Paulo Sérgio Bertoli de Santana/Cedida

Carreta tombou em Rancharia nesta quinta-feira (21) — Foto: Paulo Sérgio Bertoli de Santana/Cedida

Continue lendo

Polícia

Bombeiros resgatam cachorros em buraco na região

Resgate foi realizado em Ourinhos (SP).

Publicado em

Do Marília Notícia
Cachorros permaneceram assustados dentro do buraco durante chuva (Foto: Divulgação)

O Corpo de Bombeiro resgatou na madrugada desta quarta-feira (20) dois cachorros que caíram em um buraco com mais de três metros de profundida em Ourinhos (SP).

Conforme os Bombeiros, uma equipe foi acionada para salvamento dos animais que acabaram caindo em um buraco devido uma erosão no local.

Existia um grande risco das paredes desmoronarem devido a forte chuva que atingiu a cidade. Antes dos animais se ferirem, os bombeiros conseguiram resgatá-los.

Assustados pelo acidente, os cachorros foram retirados em segurança e encaminhados para um abrigo.

Os animais foram resgatados em segurança e sem ferimentos (Foto: Divulgação)

Os animais foram resgatados em segurança e sem ferimentos (Foto: Divulgação)

Continue lendo

Polícia

Jovem dá a luz em banheiro de hospital e mata bebê em Maracaí

Família da mulher não sabia que ela estava grávida. Crime chocante ocorreu na madrugada desta quinta-feira (21).

Publicado em

Do AssisNews

Um crime de infanticídio chocou os moradores da cidade de Maracaí (SP) na madrugada desta quinta-feira (21).

De acordo com a Polícia Civil, uma jovem de 18 anos foi ao Pronto Socorro da cidade sentindo cólica e antes mesmo de ser atendida foi ao banheiro onde deu a luz e em seguida matou a criança.

Após o infanticídio ela deixou o bebê no banheiro da unidade de saúde, foi medicada contra as dores de cólica e foi embora. A criança foi encontrada por funcionários que acionaram a polícia.

A jovem foi encontrada e ao ser questionada ela confessou o crime e contou ainda que estava gravida a 7 meses e a família não sabia.

Ela e o corpo do bebê foram encaminhados ao Instituto Médico Legal e após os exames, a mulher foi presa em flagrante.

Por meio de nota, o Hospital de Maracaí lamentou o caso e esclareceu o ocorrido, confira:

ESCLARECIMENTO

“O Hospital de Maracaí esclarece que G. E. S., de 18 anos, habitante do distrito de São José das Laranjeiras, em Maracaí, às 18:36 deu entrada para passar por consulta, com queixa de cólicas menstruais.

Ela não informou que estava grávida e não parecia estar, de acordo com os funcionários que a atenderam. Antes da consulta ela foi ao banheiro.

Durante a consulta ela foi medicada conforme a queixa que apresentou, e foi liberada. Posteriormente um funcionário encontrou o corpo do bebê no banheiro, com sinais de enforcamento.

A morte foi constatada e a polícia foi informada. A suspeita foi presa, e levada a Assis para passar por exame de corpo de delito, para confirmar se teve parto recente, na Santa Casa de Assis.

O Hospital de Maracaí lamenta profundamente o ocorrido.

Assessoria de Imprensa do Hospital de Maracaí”

Continue lendo
Solutudo 300
WhatsAssp AssisNews
Publicidade

FaceNews

Mais lidas