Fique conectado

Polícia

Choque entre caminhão e carreta em rodovia deixa motorista preso às ferragens

Acidente aconteceu na Rodovia Raposo Tavares, entre Canitar e Chavantes (SP). Homem foi resgatado com ferimentos leves e encaminhado à Santa Casa de Ourinhos.

Publicado em

337

Caminhão que estava carregado de tijolos ficou com a cabine destruída, mas motorista teve apenas ferimentos leves (Foto: Jaqueline Frizon/TV TEM)

Um motorista ficou preso às ferragens e teve ferimentos leves no início da tarde desta quarta-feira (12) após um choque entre o caminhão que ele dirigia e uma carreta, no km 359 da Rodovia Raposo Tavares (SP-270), entre Canitar a Chavantes (SP).

De acordo com a Polícia Rodoviária, a carreta com placas de Londrina (PR) teria freado bruscamente para evitar o choque com uma van escolar que seguia à frente e que diminuiu a velocidade repentinamente.

Com a manobra brusca, a carreta fez um “L” (quando a carroceria fica em 90º em relação à cabine) e ficou atravessada na pista. O caminhão com placas de Carlópolis (PR) que trafegava na pista contrária não conseguiu desviar e bateu na carreta.

O caminhão carregava tijolos e o motorista ficou preso às ferragens. Ele foi resgatado e encaminhado com ferimentos leves para a Santa Casa de Ourinhos, onde passaria por exames. O motorista da carreta foi liberado.

Por conta do acidente, a rodovia ficou parcialmente interditada e um congestionamento de mais de 15 quilômetros se formou no local. Por volta das 17h, os caminhões foram removidos e a pista foi totalmente liberada para o tráfego.

Acidente deixou trecho da Raposo Tavares com congestionamento de mais de 15 quilômetros — Foto: Jaqueline Frizon/TV TEM

Carreta ficou em “L” após manobra brusca de freada; motorista não se feriu e foi liberado — Foto: Jaqueline Frizon/TV TEM

Polícia

Corpo de mulher encontrado em rio é sepultado em Assis

Edna Aparecida Rodrigues, de 46 anos, estava desaparecida há 17 dias. Seu corpo foi encontrado ‘enroscado’ na ponte do Rio Pari-Veado em Platina.

Publicado em

Do AssisNews

Edna Aparecida Rodrigues, de 46 anos era agente comunitária em Platina (Foto: Reprodução)

O corpo da agente comunitária, Edna Aparecida Rodrigues, de 46 anos foi sepultado na manhã desta terça-feira (18) no Cemitério Municipal de Assis (SP).  Ela deixou dois filhos, um de 22 e outro 26 anos.

Edna estava desaparecida desde o dia 1º de setembro, quando apresentava sinais de quadro depressivo. O fato ocorreu logo após um desentendimento com o marido, que culminou na separação.

Na ocasião, ela deixou uma carta para sua mãe, dizendo que não queria mais viver e que iria se atirar no rio, pois, não aceitava o fim do relacionamento. Após isso, ela desapareceu.

Na tarde desta segunda-feira (17) populares encontraram o corpo em estado avançado de decomposição ‘enroscado’ na ponte do Rio Pari-Veado, conhecido popularmente conhecido como Rio do Cristo, no município de Platina (SP).

Devido aos fatos apresentado pelos familiares, a polícia suspeitava de que o corpo fosse realmente de Edna. Suspeita esta, que foi confirmada após um dos filhos da agente reconhece-lá no Instituto Médico Legal (IML) de Assis.

Corpo foi encontrado na ponte do Rio Pari-Veado, conhecido popularmente conhecido como Rio do Cristo (Foto: Reprodução)

Continue lendo

Polícia

Jovem é preso após ameaçar mulher com faca e levar bolsa com R$ 500

O crime aconteceu próximo a um supermercado em Paraguaçu Paulista.

Publicado em

Do i7 Notícias
Foto: Polícia Militar/Cedida

Um jovem de 19 anos foi preso na noite desta segunda-feira (17), após roubar uma mulher em Paraguaçu Paulista (SP).

Conforme consta no boletim de ocorrência, a equipe da Força Tática foi informada, através de um policial que estava de folga, de que havia acabado de acontecer um roubo próximo ao Supermercado Avenida e que o indivíduo havia ameaçado a vítima, de 39 anos, com uma faca e levado a sua bolsa.

Com as características do acusado, os policiais realizaram buscas e localizaram o jovem, no cruzamento das ruas Sete de Setembro e Ataliba Leonel, na Vila Affine. Ele estava ainda de posse da faca e com a quantia de R$ 500,00, que foi retirada da bolsa da vítima. A bolsa foi encontrada próximo ao local da abordagem.

O indiciado foi encaminhado ao plantão policial, autuado por Roubo/Flagrante e encaminhado à cadeia pública de Lutécia (SP).

Continue lendo

Polícia

Corpo encontrado em Platina é de mulher desaparecida há 17 dias

Corpo estava ‘enroscado’ na ponte do Rio Pari-Veado. Edna Aparecida Rodrigues, de 46 anos era agente comunitária em Platina.

Publicado em

Do AssisNews

Edna Aparecida Rodrigues, de 46 anos era agente comunitária em Platina (Foto: Reprodução)

O corpo em estado avançado de decomposição que foi encontrado na tarde desta segunda-feira (17) ‘enroscado’ na ponte do Rio Pari-Veado, no município de Platina (SP) é da agente comunitária Edna Aparecida Rodrigues, de 46 anos.

Edna estava desaparecida desde o dia 1º de setembro, quando apresentava sinais de quadro depressivo. O fato ocorreu logo após um desentendimento com o marido, que culminou na separação.

Na ocasião, ela deixou uma carta para sua mãe, dizendo que não queria mais viver e que iria se atirar no rio, pois, não aceitava o fim do relacionamento. Após isso, ela desapareceu.

Devido aos fatos apresentado pelos familiares, a polícia suspeitava de que o corpo fosse realmente de Edna. Suspeita esta, que foi confirmada após um dos filhos da agente reconhece-lá.

Corpo foi encontrado na ponte do Rio Pari-Veado, conhecido popularmente conhecido como Rio do Cristo (Foto: Reprodução)

Continue lendo
WhatsAssp AssisNews
Publicidade

FaceNews

Mais lidas