Mulher achada morta junto a homem em sítio de Paraguaçu Paulista estava sumida há 4 dias

Familiares da mulher de 43 anos disseram à polícia que ela tinha ido no sábado (15) ver a filha em Assis e não deu mais notícias. Ela foi reconhecida no IML e será velada nesta quinta (20).

A mulher encontrada morta com um homem de 70 anos na manhã desta quarta-feira (19) em uma propriedade rural de Paraguaçu Paulista (SP) foi identificada no final da tarde.

Luciana Bastos Piedade, de 43 anos, estava desaparecida desde sábado (15) e, de acordo com parentes, ela teria ido a Assis para ver a filha. Desde então, não tiveram mais notícias dela.

O corpo de Luciana Bastos Piedade, de 43 anos, foi achado dentro do carro do aposentado, com ferimento de faca na região da barriga

Segundo a polícia, os parentes foram com uma foto da mulher até o IML de Assis, onde o corpo foi reconhecido. Luciana Piedade será velada em Assis nesta quinta-feira (20).

Os corpos de Luciana e do aposentado João Pantaleão foram encontrados na manhã desta quarta pela filha do idoso, que foi até o sítio, que pertence à família.

O homem estava morto em um cômodo que fica ao lado da casa com um ferimento de tiro na cabeça e uma corda amarrada no pescoço.

Já Luciana foi achada dentro do carro do aposentado, com ferimento de faca na região da barriga. Segundo os peritos, ela também tinha na cabeça um ferimento parecido com um tiro, mas isso ainda será investigado.

A Polícia Civil realizou a perícia no local e investiga as circunstâncias das mortes. A hipótese de feminicídio é uma das principais, por isso o caso vai ser encaminhado para a Delegacia de Defesa da Mulher. Ainda segundo a polícia, aparentemente nenhum objeto foi roubado.

Homem e mulher foram encontrados mortos no sítio em Paraguaçu Paulista — Foto: Guilherme Lopes/TV TEM

#MAIS LIDAS DA SEMANA