Fique conectado

Polícia

Policial aposentado suspeito de matar ex-mulher é condenado a 30 anos de prisão

Após julgamento de mais de oito horas, júri popular considerou Welinton Silva, de 51 anos, culpado por ter matado Josiane Calistro a tiros, em agosto de 2017.

Publicado em

507

O policial militar aposentado suspeito de matar a tiros a ex-mulher, em agosto de 2017, em Ourinhos (SP), foi condenado a 30 anos de prisão após oito horas de julgamento. A sessão do Tribunal do Júri começou às 13h e terminou por volta de 23h.

Welinton Silva, de 51 anos, foi indiciado pela promotoria por homicídio triplamente qualificado: motivo fútil, feminicídio e quando não há possibilidade de defesa da vítima.
Ao todo, sete pessoas participaram do júri, todos homens. Além disso, foram ouvidas três testemunhas de acusação, incluindo a mãe da vítima, e três testemunhas de defesa.

O julgamento estava inicialmente previsto para o dia 21 de junho, mas acabou adiado pois a defesa do réu não compareceu. O homem estava preso na penitenciária Romão Gomes, em São Paulo.

O crime

De acordo com a polícia, Josiane Calistro, de 37 anos, voltava de um bar na Vila São Luiz de carro com um amigo quando o ex-companheiro começou a segui-la no trajeto. Welinton emparelhou o veículo com o carro de Josiane e obrigou a vítima a abaixar o vidro.

No meio da discussão, o policial militar aposentado disparou três vezes contra a ex-mulher e um dos disparos atingiu a cabeça da vítima.

Josiane Calistro foi atingida na cabeça por tiro de ex-companheiro em Ourinhos — Foto: Reprodução/TV TEM

Apesar de baleada, a mulher dirigiu por alguns metros até perder o controle do carro e bater em um poste. O passageiro que estava no carro da vítima não ficou ferido.

Segundo a família de Josiane, o casal ficou junto por quatro anos até a separação, em março deste ano. O ex-policial não teria aceitado o fim do relacionamento, acredita a família.

Ainda de acordo com a polícia, a ex-mulher já havia denunciado o então companheiro por ameaça diversas vezes.

Ao todo, sete pessoas participaram do júri, todos homens — Foto: Jaqueline Frizon/ TV TEM

Brasil

Engenheiro Agrônomo é morto por produtor em Mato Grosso

Engenheiro de Sinop, de 33 anos, foi é assassinado com tiros à queima-roupa.

Publicado em

Do Compre Rural
Com informações da Folha Max
Foto: Reprodução / Redes Sociais

Um vídeo do estabelecimento em que estava o engenheiro agrônomo Silas Henrique Palmieri Maia, de 33 anos, mostra o momento em que ele foi executado com pelo menos quatro tiros à queima-roupa. (Veja o vídeo abaixo)

O autor dos tiros foi identificado como o produtor rural Paulo, com quem a vítima teria tido um desentendimento horas antes. Conforme a imprensa local, Silas estava na mesa de um restaurante da região. Um homem  se aproximou por trás e atirou duas vezes na cabeça do engenheiro.

O amigo  de Silas  tentou socorrê-lo até o hospital, mas ele morreu durante o resgate. As imagens são fortes e registram que Silas e um amigo, também engenheiro, estavam sentados em uma lanchonete e não perceberam a aproximação do suspeito. Em seguida, no canto do vídeo o produtor dá um tapa nas costas de Silas e dispara pelo menos quatros vezes na nuca do engenheiro.

A Polícia Civil procura pelo proprietário da fazenda que o agrônomo cobrou a dívida. Segundo o portal Folha Max, o produtor é considerado foragido.

ATENÇÃO!

IMAGENS FORTES:

 

Continue lendo

Polícia

Dona de casa é presa com cocaína escondida nos seios

Caso aconteceu nesta terça-feira (19) em Marília (SP).

Publicado em

Do Marília Notícia

A dona de casa, Andriele Aparecida Jorge, de 28 anos, foi presa em flagrante por tráfico de drogas nesta terça-feira (19) no Jardim Califórnia, zona Oeste de Marília (SP).

Segundo o Boletim de Ocorrência, os policiais militares realizavam um patrulhamento quando localizaram uma motocicleta ocupada por dois ocupantes em atitude suspeita na rua Maestro Floriano de Souza por volta das 22h40.

Ao notar a viatura da polícia, o condutor da motocicleta estacionou e a passageira Andriele desceu e passou a caminhar. Em seguida, o motoqueiro evadiu tomando rumo ignorado sem ser localizado.

Os policiais realizaram a abordagem da dona de casa e, em revista pessoal feita por uma policial militar feminina, um saco plástico contendo cocaína foi localizado nos seios de Andriele.

Questionada sobre a droga, a indiciada alegou que havia comprado de um desconhecido e iria revendê-la porque estava desempregada e precisando de dinheiro.

Diante dos fatos, Andriele recebeu voz de prisão e foi conduzida até a Central de Polícia Judiciária (CPJ) de Marília, onde o delegado de plantão ratificou a prisão. Após audiência de custódia, a dona de casa seria recolhida à Penitenciária de Pirajuí.

Continue lendo

Polícia

Cetesb descarta contaminação de rio após vazamento de chumbo de caminhão que se envolveu em acidente

Rodovia Rachid Rayes entre Marília e Assis ficou mais de 10 horas interditada após acidente envolvendo três caminhões; caminhoneiro morreu e outros dois ficaram feridos.

Publicado em

Do G1
Rodovia foi interditada após acidente com caminhões entre Assis e Marília (Foto: Reprodução/TV TEM)

A rodovia Rachid Rayes ficou totalmente interditada durante 10 horas nesta terça-feira (19) após um acidente envolvendo três caminhões no quilômetro 349, entre Marília (SP) a Assis. Um caminhoneiro morreu e outros dois tiveram ferimentos leves.

Um dos veículos estava carregado com óxido de chumbo, que ficou esparrado na pista. A Companhia Ambiental do Estado de São Paulo (Cetesb) foi acionada para avaliar o impacto ambiental causado, já que o produto poderia atingir o córrego do Rio Peixe.

O gerente da Cetesb Alcides Arroyo Filho descartou contaminação. “Esse resíduo é gerado na fabricação de placas de bateria, é perigo para inalação. Nós fizemos a contenção do material para evitar o carregamento em função da chuva. Mas não teve dano porque é um produto pouco solúvel em água, o maior problema é se tivesse fogo e a inalação dele”, explica.

O local foi parcialmente liberado depois que a carga começou a ser retirada e até as 18h30 ainda não foi totalmente liberado.

Acidente

Segundo a Polícia Rodoviária, dois caminhões bateram de frente, o que acabou causando uma colisão lateral com outro veículo.

O motorista de uma carreta seguia sentido Marília-Assis quando freou de repente. A outra carreta que estava atrás tentou desviar, mas acabou atingindo outro caminhão, que vinha no sentido contrário.

Uma das carretas transportava bateria automotiva, um produto corrosivo e a outra levava óxido de chumbo, altamente tóxico e perigoso quando inalado ou em contato com a pele.

O motorista do caminhão, que transportava farinha de carne para ração, morreu no local. Antônio Paulo Barbosa Lima, de 48 anos, era de Nova Esperança (PR). Os outros dois motoristas sofreram ferimentos leves.

Acidente entre caminhões mata uma pessoa na SP-333, entre Assis e Marília

Continue lendo
Solutudo 300
WhatsAssp AssisNews
Publicidade

FaceNews

Mais lidas