Suspeito, que já havia sido preso em 2014 por agredir outra mulher, foi preso com outras armas — Foto: Polícia Civil/Divulgação

Um homem de 38 anos foi flagrado por policiais civis com uma faca escondida dentro de um buquê de flores, no bairro Nova Marília 4, em Marília (SP). Segundo a Polícia Civil, a intenção era atrair e esfaquear a ex-companheira, que tem medida protetiva contra ele.

De acordo com a delegada Viviane Sponchiado, da Delegacia de Defesa da Mulher (DDM), a mulher informou uma equipe nesta terça-feira (27) que o homem, que ela denunciou por agressão, estava na cidade e poderia tentar matá-la.

Os policiais constataram que o suspeito estava morando de favor em uma casa no bairro Nova Marília e foram até o local.

Durante a abordagem, o homem foi flagrado com a faca escondida no meio do buquê, além de um canivete no bolso da calça.

Ainda de acordo com a delegada, ele resistiu à prisão e os policiais precisaram usar gás de pimenta. Contudo, durante a abordagem, o suspeito esfaqueou o próprio abdômen.

Conforme a delegada, o homem foi levado para o Hospital das Clínicas de Marília, onde foi constatado que o ferimento foi superficial, exigindo apenas a sutura do corte.

Assim que ele receber alta, ele deverá ser encaminhado para uma penitenciária da região por descumprir a medida protetiva, e ficará à disposição da Justiça.

O buquê, a faca e o canivete foram apreendidos pela Polícia Civil.

Homem esconde faca em buquê para tentar agredir mulher em Marília — Foto: Divulgação/Polícia Civil

Assine nossa newsletter

Receba as notícias do AssisNews diretamente em seu email.

VOCÊ PODE GOSTAR

Homem de 48 anos morre em batida frontal entre carro e bitrem

Acidente foi registrado na noite desta sexta-feira (25) em Martinópolis.

Mulher é assassinada a facadas em bar de Assis

Outras duas mulheres, mãe e filha, foram presas em flagrante.

Câmera flagra carro 'furando' sinal vermelho em batida contra moto

Sistema de videomonitoramento da prefeitura registrou acidente.

Homem acusado de matar ex-genro é inocentado em Paraguaçu

A tese é de que o acusado teria agido em legitima defesa.