Munições intactas foram localizadas em cofre na casa do indiciado — Foto: Polícia Militar/Cedida

Um homem, de 40 anos, foi preso por disparo de arma de fogo e posse ou porte ilegal de armas de fogo de uso restrito, em Presidente Prudente. Após denúncias, ele foi localizado pela Polícia Militar em uma chácara situada próxima ao Jardim Morada do Sol. A ocorrência, registrada na madrugada desta sexta-feira (28), resultou na apreensão de uma pistola, carregadores e 75 munições intactas.

A Polícia Militar foi acionada e informada de que o morador da chácara efetuava disparos de arma de fogo.

Ao chegarem ao local, os policiais constataram que a propriedade era cercada por alambrado e portão. Além disso, o quintal era composto por diversas árvores, fator que os impedia de enxergar o interior da chácara. Inicialmente, o imóvel aparentava não ter moradores e não havia indícios de disparos.

Diante da situação, os militares seguiram até a casa do solicitante. Este informou à polícia que o denunciado estava na propriedade e que pouco tempo antes havia efetuado cerca de seis ou sete disparos.

O solicitante ainda contou aos militares que a chácara é comumente locada a terceiros.

Os militares consideraram que o local denunciado estava vazio e optaram por deixar a área, contudo, ouviram cerca de mais sete disparos.

Foi solicitado apoio e os policiais entraram na propriedade denunciada. No local, a corporação encontrou o denunciado na área externa da casa e, sobre uma mesa de bilhar, uma pistola de calibre 380, municiada com quatro cartuchos intactos.

A arma de fogo estava devidamente registrada em nome do indivíduo, conforme o registro policial.

‘Roubo de galinhas’

Questionado, o homem declarou que alguns indivíduos circulavam sua propriedade “a fim de roubar suas galinhas” e resolveu efetuar alguns disparos em direção a elas para afastá-los.

Os policiais permaneceram próximos à cerca por cerca de 30 minutos e informaram não ter visto pessoas rondando a propriedade.

Porém, no local, os militares encontraram dois cocos verdes estourados e com marcas de projéteis.

Ainda no imóvel, os policiais contaram que o denunciado convulsionou. Ao se restabelecer, ficou agressivo e ameaçou pegar uma faca, o que motivou o uso de algemas.

Ao ser levado à viatura policial, o homem “se jogou no chão”, mas em seguida foi levantado. A queda e a ação para contê-lo lhe causou algumas escoriações na perna e na mão, conforme o registro policial.

O homem foi levado à Delegacia Participativa, onde sofreu outra convulsão, de acordo com o registro. Diante da situação, ele foi levado ao Hospital Nossa Senhora das Graças.

Apreensões

A polícia apreendeu os dois cocos com perfurações típicas de entrada e saída de projéteis de arma de fogo, assim como a pistola de calibre 380.

Ainda foi solicitado exame residuográfico.

Durante a elaboração da ocorrência, uma denúncia indicava que na casa onde o indivíduo morava com sua esposa, no Residencial Dahiane – no distrito de Montalvão – possivelmente, haveria mais armas e munições.

A Polícia Militar foi ao local e, acompanhados pela mulher do indiciado e pela sua advogada, realizou buscas e encontrou, dentro de um cofre, duas munições de uso restrito – de calibre 44, 57 cápsulas de calibre 380 e 12 munições de calibre 38, todas intactas, bem como dois cartuchos vazios para espingarda e dois carregadores da pistola 380 já apreendida.

Diante dos indícios de autoria, foi ratificada a prisão em flagrante do indivíduo.

Os crimes têm penas que, somadas, superam quatro anos de reclusão e não foi concedida a liberdade provisória mediante ao pagamento de fiança.

Ele permaneceu à disposição da Justiça para apresentação em audiência de custódia.

Pistola foi apreendida durante a ocorrência, em Presidente Prudente — Foto: Polícia Militar/Cedida

Assine nossa newsletter

Receba as notícias do AssisNews diretamente em seu email.

VOCÊ PODE GOSTAR

Homem é multado em R$ 42 mil por galos usados para rinha

Polícia encontrou 14 animais mutilados e presos em local sujo e apertado.

Polícia Rodoviária localiza droga dentro de pneus de caminhão

O flagrante ocorreu durante operação em conjunto com a Polícia Federal.