Menino foi atacado por um macaco em Ourinhos e precisou receber 20 pontos para fechar os cortes no braço, no rosto e na cabeça — Foto: TV TEM / Reprodução

O pai do menino que foi atacado por um macaco em uma chácara em Ourinhos (SP) no dia de Natal, na última terça-feira (25), contou que a criança estava cerca de 3 metros de distância dele quando o animal surgiu do nada, após pular de uma árvore.

“Ele estava próximo dessa árvore esperando a gente para irmos embora já da chácara quando o macaco veio para cima dele. Mordeu a cabeça dele, os braços, se não fosse meu cunhado dar um chute nele, ele teria matado meu filho. Quase matou meu menino”, desabafa o borracheiro Deivison Jamil da Silva.

Pai viu o momento que o macaco desceu da árvore e começou a morder o bebê em Ourinhos — Foto: TV TEM / Reprodução

A família estava no local para comemorar o natal e segundo eles o macaco seria de um homem que dono de uma madeireira que fica próxima às chácaras. Deivison conta que registrou um boletim de ocorrência e acionou o policiamento, no entanto, a Polícia Ambiental não pode fazer o resgate do animal.

“Nós acionamos os policiais, mais eles informaram que como é um macaco que não vive em cativeiro, eles não poderiam fazer o resgate”, afirma o pai da criança.

Arthur Miguel foi socorrido e levado para a Santa Casa de Ourinhos. Ele precisou receber 20 pontos para fechar os cortes em um dos braços, no rosto e na cabeça. O menino recebeu alta na sexta-feira (28) após passar por todos os procedimentos médicos.

Bebê recebeu 20 pontos para fechar os cortes nos braços e na cabeça — Foto: TV TEM / Reprodução

Assine nossa newsletter

Receba as notícias do AssisNews diretamente em seu email.

VOCÊ PODE GOSTAR

Homem de 48 anos morre em batida frontal entre carro e bitrem

Acidente foi registrado na noite desta sexta-feira (25) em Martinópolis.

Justiça decreta prisão de envolvido no acidente que deixou um morto e 9 feridos

A suspeita é de que ele estava embriagado.

Júri de acusado de matar e enterrar corpos de mulher e enteada é adiado

Nova data e horário não foram informados pelo tribunal.