A execução a tiros da empresária assisense Tábatha Paula Santo, de 46 anos, no City Bussocaba, na cidade de Osasco (SP), na última terça-feira (26), teria sido motivada por cobrança de aluguéis atrasados de um inquilino da tia dela, que seria o verdadeiro alvo do crime.

O acusado do crime, Cláudio Martins, foi preso pela Polícia Civil na quarta-feira (27) em Carapicuíba.

Tábata foi baleada e morreu quando saía de carro da garagem de casa, na avenida Lídia Thomaz, com a tia, de 67 anos, e a filha dela, de dez. A tia também foi atingida por disparos, mas sobreviveu e segue internada no hospital. A menina não foi atingida.

O atirador fugiu sem roubar nada em um celta preto que foi filmado por câmeras de vigilância da região. As imagens ajudaram a polícia a chegar a Cláudio.

O crime teria sido motivado por uma disputa judicial pelo pagamento de alugueis atrasados por parte de Cláudio, que era inquilino da tia de Tábatha.

Cláudio Martins teria agido por vingança (Foto: divulgação)
Empresária de Assis é assassinada a tiros ao sair de casa Foto: Reprodução/WD

Assine nossa newsletter

Receba as notícias do AssisNews diretamente em seu email.

VOCÊ PODE GOSTAR

Aluno do 6º ano conquista medalha de ouro em olimpíada internacional de matemática

O autor do feito é o aluno Nicolas Oliveira, de 11 anos e aluno do 6º ano do fundamental.

Homem é preso suspeito de matar a mãe com golpes de faca no interior de SP

Vítima foi encontrada deitada na cama, com duas perfurações no peito.

Menino engasga e é salvo pelo próprio pai com manobra de Heimlich 

O menino engasgou com o pirulito após o doce sair do palito.