Fique conectado

Polícia

Engavetamento provoca morte de motociclista na Rodovia Raposo Tavares

Colisão envolveu três veículos na altura do viaduto de acesso à Ceagesp, no Jardim Jequitibás, em Presidente Prudente, na tarde desta sexta-feira (12).

Publicado em

1.379

Motociclista morreu na Rodovia Raposo Tavares, em Presidente Prudente — Foto: Wellington Roberto/G1

Uma motociclista, de 32 anos, morreu vítima de acidente de trânsito na tarde desta sexta-feira (12), na Rodovia Raposo Tavares (SP-270), em Presidente Prudente.

A colisão que envolveu três veículos ocorreu na altura do viaduto de acesso à Companhia de Entrepostos e Armazéns Gerais de São Paulo (Ceagesp), no Jardim Jequitibás.

Segundo a Polícia Militar Rodoviária, o que houve no local foi um engavetamento, que envolveu dois carros e uma motocicleta.

Os veículos transitavam no sentido Álvares Machado–Regente Feijó, quando no km 572, por motivos ainda não esclarecidos, ocorreu o engavetamento.

A condutora da moto morreu no local.

A vítima, identificada como Caroline Consoli Bielsa, tinha familiares em Ribeirão dos Índios e morava e trabalhava em Presidente Prudente.

Caroline Consoli Bielsa morreu vítima de acidente de trânsito — Foto: Reprodução/Facebook

Equipes da Concessionária Auto Raposo Tavares (Cart) e do Corpo de Bombeiros compareceram ao local para o atendimento da ocorrência.

A Polícia Militar Rodoviária informou que o trânsito estava lento no local, por volta das 14h30, e que os três veículos envolvidos no engavetamento seguiam na faixa da esquerda da pista, quando o condutor de um carro, com placas de São José do Rio Preto, não conseguiu frear a tempo e bateu na traseira na moto, que seguia à sua frente.

Na sequência, segundo a polícia, também foi atingida a traseira de um outro carro, com placas de Presidente Prudente, que seguia ainda à frente da moto.

Equipes da Polícia Civil e da perícia compareceram ao local para coletar informações e dar início às investigações sobre o caso com o objetivo de apontar as causas do acidente.

Durante os trabalhos de atendimento da ocorrência, o trânsito foi direcionado à faixa da direita.

Segundo o tenente Daniel Martins, da Polícia Militar Rodoviária, existe a suspeita de que o motorista de 28 anos, que conduzia o carro com placas de São José do Rio Preto, trafegava acima do limite de velocidade no trecho.

A motocicleta, com placa de Presidente Prudente, e o segundo carro atingido na traseira na batida estavam parados no local, ainda segundo tenente.

Martins salientou que a provável causa do acidente foi a não observância da distância frontal de segurança do carro que bateu na moto “pela velocidade um pouco mais excedida”.

O motorista de 28 anos foi submetido ao teste do bafômetro, que apontou resultado negativo para o consumo de bebida alcoólica, segundo a Polícia Militar Rodoviária.

Como é usuário de marca-passo, o homem de 69 anos, que dirigia o segundo carro atingido no engavetamento, foi levado por precaução para receber atendimento médico.

Motociclista morreu na Rodovia Raposo Tavares, em Presidente Prudente — Foto: Wellington Roberto/G1

Obra à frente

Em nota ao G1, a Cart informou que mobilizou recursos operacionais juntamente com a Polícia Militar Rodoviária para o atendimento da ocorrência na tarde desta sexta-feira (12), na pista leste, no perímetro urbano de Presidente Prudente, que envolveu dois automóveis e uma motocicleta.

Guincho leve, viatura de inspeção e equipes de resgate/socorro médico prestaram atendimento às vítimas.

A Cart esclareceu ainda ao G1 que no local não havia estreitamento de pista.

“Havia placas sinalização de advertência e regulamentação de velocidade instaladas no acostamento e homens bandeira que alertavam sobre obra à frente. Após a conclusão da perícia técnica, a pista da esquerda foi totalmente liberada. Durante a ocorrência não houve retenção de veículos”, concluiu a concessionária ao G1.

Motociclista morreu na Rodovia Raposo Tavares, em Presidente Prudente — Foto: Wellington Roberto/G1

Motociclista morreu na Rodovia Raposo Tavares, em Presidente Prudente — Foto: Wellington Roberto/G1

Polícia

Polícia Rodoviária apreende 17,5 mil maços de cigarros contrabandeados, em Rancharia

Mercadoria estava em uma caminhonete que foi abordada na Rodovia Jorge Bassil Dower (SP-421). Homem de 31 anos deve responder pelo crime.

Publicado em

Do G1
Caminhonete estava lotada de cigarros — Foto: Polícia Rodoviária

A Polícia Militar Rodoviária apreendeu 17,5 mil maços de cigarros contrabandeados, nesta terça-feira (21). O produto estava em uma caminhonete, que foi abordada na Rodovia Jorge Bassil Dower (SP-421), em Rancharia.

A mercadoria estava distribuída por todo o interior do veículo, havendo espaço apenas para o motorista, um homem de 31 anos, morador em Umuarama (PR).

O condutor tentou fugir da fiscalização, porém, após o flagrante, ele informou ter sido contratado para o transporte da mercadoria e que a entregaria, junto ao veículo, em um município do Estado de São Paulo.

A ocorrência foi apresentada na Delegacia da Polícia Federal de Presidente Prudente, onde ficaram apreendidos o veículo e a mercadoria. O indivíduo também permaneceu à disposição da Justiça.

Caminhonete estava lotada de cigarros — Foto: Polícia Rodoviária

Continue lendo

Polícia

Mulher é flagrada ao tentar entrar na Penitenciária de Assis com cigarros de maconha

A mulher foi encaminhada à Central de Polícia Judiciária para as providências cabíveis.

Publicado em

Do AssisNews
Mulher é flagrada ao tentar entrar na Penitenciária de Assis com cigarros de maconha (Foto: Divulgação/SAP)

No último domingo (18) o estabelecimento prisional de Assis (SP), subordinados a Coordenadoria de Unidades Prisionais da Região Oeste do Estado (Croeste), registrou uma tentativa frustrada de inserção de objetos ilícitos no presídio.

Ao passar alimentos e pertences pela vistoria de praxe, trazidos por visitantes do presídio, agentes encontraram cigarros adulterados com aspecto e odor do entorpecente maconha.

A dona dos objetos foi orientada a respeito dos itens proibidos e encaminhada à Central de Polícia Judiciária para as providências cabíveis.

O sentenciado foi recolhido ao pavilhão disciplinar para esclarecimentos e apuração dos fatos.

A SAP informa ainda que os visitantes flagrados são excluídos do rol de visitas e levados à Delegacia de Polícia Civil mais próxima, sem prejuízo de responderem na esfera criminal.

Também é instaurado Procedimento Disciplinar para apurar a cumplicidade dos presos que receberiam os materiais podendo, ainda, ser instaurados Procedimentos de Apuração Preliminar para apurar supostas responsabilidades funcionais.

Mulher é flagrada ao tentar entrar na Penitenciária de Assis com cigarros de maconha (Foto: Divulgação/SAP)

Continue lendo

Polícia

Polícia Civil obtém liminar para proteção de idoso em Cândido Mota

Delegado Gustavo Barbosa de Siqueira alerta ainda sobre golpes praticados contra idosos.

Publicado em

De 'O Diário do Vale'
Polícia Civil obtém liminar para proteção de idoso em Cândido Mota (Foto: Divulgação)

Polícia Civil obtém liminar para proteção de idoso em Cândido Mota (Foto: Divulgação)

A Polícia Civil de Cândido Mota obteve na última segunda-feira (19), decisão favorável para a proteção de um idoso que se encontrava em situação de risco. Segundo apurou o delegado Gustavo Barbosa de Siqueira, L.F., de 89 anos, estaria sendo constantemente perseguido por uma mulher, que já havia prestado serviço em sua residência, tendo, portanto, vínculo empregatício anterior.

Foi instaurado Inquérito Policial para apuração dos fatos e de eventuais crimes patrimoniais, em especial à apropriação de bens, proventos, pensão ou qualquer rendimento de pessoa idosa, previsto no art. 102 do Estatuto do Idoso.

Isso porque, segundo as investigações, as testemunhas foram devidamente ouvidas e declararam que a investigada estaria a exigir quantias expressivas do idoso, aproveitando-se de sua vulnerabilidade e do fato de já ter mantido relação de trabalho com ele, de modo que, por conta de sua idade e condição de saúde, não conseguia negar as importâncias e os bens que eram requeridos.

Entendendo que existiam provas suficientes, o delegado de polícia representou perante o Poder Judiciário para que fossem decretadas medidas cautelares visando a proibição de que a investigada mantivesse qualquer tipo de contato ou mesmo que se aproximasse do idoso, o que foi deferido no dia 19, última segunda-feira.

A Polícia Civil esclarece ainda à população, que golpes têm sido praticados no município, tendo como vítimas pessoas idosas, em especial o golpe do ‘bilhete premiado’, onde os estelionatários oferecem um bilhete em troca de uma quantia em dinheiro e, aproveitando-se da situação de vulnerabilidade em virtude da idade ou mesmo de pouca instrução por parte dos idosos, obtêm vantagem indevida, fazendo-os até mesmo realizar empréstimos que são descontados da sua aposentadoria.

“Por conta disso, orientamos que os idosos evitem contato com pessoas estranhas, bem como que não aceitem qualquer tipo de ‘benefício’ que lhes possam ser oferecido, pois, provavelmente, estarão sendo vítimas de estelionatários e poderão ser sofrer sérios prejuízos”, finalizou o delegado.

Continue lendo
WhatsAssp AssisNews
Solutudo 300
Publicidade

FaceNews

Mais lidas