Fique conectado

Polícia

Jovem é resgatado por bombeiros após cair em penhasco de 30 metros de altura em Marília

Segundo a família, o rapaz de 19 anos estava desaparecido há mais de uma semana e foi achado após morador ouvir gritos de socorro. Vítima foi levada para o Hospital das Clínicas com fraturas nas pernas e escoriações.

Publicado em

330

Jovem foi imobilizado após ser resgatado no fundo do penhasco: fraturas e escoriações — Foto: Corpo de Bombeiros/Divulgação

Um jovem de 19 anos foi resgatado na tarde desta sexta-feira (19) pelo Corpo de Bombeiros após ser localizado em um penhasco de 30 metros de altura, em Marília (SP). Segundo a família da vítima, Guilherme de Almeida estava desaparecido há mais de uma semana.

O penhasco fica nos fundos do Jardim Santa Antonieta, na zona norte da cidade. Segundo os bombeiros, o rapaz foi localizado depois que o morador de uma chácara caminhava pela área de mata do bairro, quando ouviu os pedidos de socorro e acionou as equipes de salvamento.

Os bombeiros desceram o penhasco por meio de uma trilha aberta na mata. De acordo com a corporação, o local é íngreme e considerado de difícil acesso. Com isso, os bombeiros levaram quase duas horas para chegar até a vítima.

No início da tarde, as equipes conseguiram fazer o resgate. O jovem estava consciente, mas estava com fraturas nas pernas e diversos ferimentos pelo corpo.

O rapaz foi imobilizado e levado até o alto do penhasco, onde uma unidade de suporte avançado do Samu já esperava pela vítima. Após checar seu quadro clínico, ele foi encaminhado para o Pronto-Socorro do Hospital das Clínicas de Marília.

Sumiço

O pai da vítima, Rogério Marcelino Alves, disse que na quinta-feira (11) ele foi avisado de que filho não apareceu no trabalho.

Aos bombeiros, o rapaz disse que estava andando pela beira do barranco quando se distraiu e escorregou. O jovem também disse estava sozinho caído no buraco desde a quinta-feira.

Segundo tenente Fernando Gomes Calógero, do Corpo de Bombeiros, esse tipo de situação de sobrevivência em situação de isolamento por vários dias não é tão rara quanto se imagina.

“A principal preocupação nesses casos é com a desidratação, mas é possível sim sobreviver sem comida e água por vários dias. Geralmente em situação assim a vítima consegue se hidratar com água de chuva ou alguma fonte próxima”, explicou o tenente.

Rapaz sofreu fraturas na pernas e escoriações após uma queda de cerca de 30 metros: “momento de distração” — Foto: Corpo de Bombeiros/Divulgação

Bombeiros tiveram de percorrer uma trilha em terreno íngreme e de difícil acesso — Foto: Corpo de Bombeiros/Divulgação

Polícia

Ex-vereador é baleado na cabeça durante tentativa de roubo em Salto Grande

Idoso reagiu após ter a casa invadida por três suspeitos e acabou atingido por um disparo; um dos criminosos foi preso. Vítima foi levada para Santa Casa de Ourinhos, onde passou por cirurgia.

Publicado em

Do G1

O ex-vereador de Salto Grande (SP), Arnaldo Francisco Andino, levou um tiro na cabeça na manhã deste domingo (26) após reagir a uma tentativa de assalto em sua casa, localizada na Rua Mello Peixoto.

Segundo a Polícia Militar de Ourinhos, a casa do ex-vereador, foi invadida por volta das 5h por três suspeitos. O idoso reagiu à tentativa de assalto e foi atingido por um tiro na cabeça.

A vítima foi levada para a Santa Casa de Ourinhos, onde passou por cirurgia. Segundo o hospital, o estado de saúde do ex-vereador na tarde deste domingo era considerado grave.

Os três assaltantes fugiram após a invasão, mas um dos envolvidos foi localizado pelos policiais e reconhecido pela esposa da vítima.

O suspeito foi encaminhado à delegacia de Ourinhos, onde foi ouvido pelo delegado de plantão. Ele ficou preso e passará por audiência de custódia nesta segunda-feira (27).

Continue lendo

Polícia

Idoso cai, bate a cabeça e morre no HC em Marília

O caso foi registrado como morte suspeita.

Publicado em

Do Marília Notícia

O lavrador Vicente de Mattos, de 91 anos, não resistiu a uma queda da própria altura e morreu na madrugada deste domingo (26) no Hospital das Clínicas de Marília (SP).

Segundo o Boletim de Ocorrência, o paciente deu entrada no hospital no dia 22 deste mês em virtude de uma queda da própria altura.

Apesar do esforço médico, o idoso não resistiu aos ferimentos e teve o quadro de saúde agravado. Seu óbito foi registrado pela equipe médica às 2h05 da madrugada deste domingo.

A causa apontada para a morte do paciente foi uma hemorragia subdural – causado por um ferimento na cabeça forte o suficiente para estourar os vasos sanguíneos.

O caso foi registrado como morte suspeita na Central de Polícia Judiciária (CPJ) de Marília.

Continue lendo

Polícia

Polícia Civil investiga morte de cadela após ataque com ácido

Segundo boletim de ocorrência, dona saiu para trabalhar às 13h, em São Manuel (SP), e ao voltar às 16h, encontrou o animal na garagem todo ferido.

Publicado em

Do G1
Cadela não resistiu aos ferimentos provocados por ácido em São Manuel — Foto: Arquivo Pessoal
Cadela não resistiu aos ferimentos provocados por ácido em São Manuel — Foto: Arquivo Pessoal

A Polícia Civil de São Manuel (SP) investiga a morte de uma cadela da raça Lhasa Apso com sinais de crueldade. O animal foi encontrado com ferimentos e ácido pelo corpo.

Segundo o boletim de ocorrência registrado na sexta-feira (24), a dona informou que saiu para trabalhar às 13h e deixado a cachorrinha no quintal de casa. Quando voltou para a residência, às 16h, encontrou o animal na garagem todo ferido, com queimaduras pelo corpo e sangue espalhado pelo local.

O animal foi levado a uma clínica veterinária particular e depois encaminhado ao Hospital Veterinário da Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (Unesp) de Botucatu (SP). Porém, com a gravidade dos ferimentos, a cadela não resistiu aos ferimentos.

Ainda de acordo com o registro policial, a suspeita é que o animal tenha sido vítima de ataque por ácido. A Polícia Civil investigará o caso.

Continue lendo
WhatsAssp AssisNews
Plenitude
Silvana lopes
Solutudo 300
Publicidade

FaceNews

Mais lidas