Fique conectado

Polícia

Mãe aguarda há 3 anos por julgamento de PM que matou filho dela em abordagem: ‘Difícil lidar com essa espera’

Brian Bueno morreu aos 22 anos após ser baleado por um policial militar na saída da Feira Agropecuária de Ourinhos (SP), em junho de 2016.

Publicado em

1.340

Três anos após o assassinato de Brian Bueno, de 22 anos, baleado por um policial militar durante uma abordagem na saída de uma feira agropecuária de Ourinhos, a família do jovem ainda espera por justiça.

O Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo considerou que o policial militar cometeu o crime de homicídio doloso, quando há intenção de matar, por isso, ficou definido que o policial irá a júri popular, porém, ainda não tem data definida. Enquanto isso, o policial acusado aguarda o julgamento em liberdade.

Para Valdineia Pontes, mãe do Brian, a busca por uma resposta da Justiça tem se tornado angustiante.

“É muito difícil, você não sabe o que fazer, a gente fica esperando, liga para o advogado, não tem nenhuma novidade. É muito complicado e difícil lidar com essa espera”, desabafa.

Desde quando o policial se tornou réu no processo, a Polícia Militar manteve o profissional trabalhando internamente na área administrativa até a conclusão do caso. Apesar da decisão do TJ, a defesa do policial entrou com recurso no Superior Tribunal de Justiça.

Para o Conselho Estadual dos Direitos Humanos, que acompanha o caso, essa é mais uma medida para adiar o julgamento.

O crime que ocorreu em 2016 provocou indignação dos moradores de Ourinhos que organizaram um protesto e foram às ruas pedir por justiça.

Moradores de Ourinhos protestaram pedindo justiça no caso Brian — Foto: Reprodução / TV TEM 

O crime

Brian Bueno, 22 anos, foi baleado na saída da Feira Agropecuária de Ourinhos, na madrugada do dia 9 de junho de 2016. Ele foi abordado por um policial militar porque teria colocado o braço para fora do carro em que estava e derrubado os cones que demarcavam o sentido do trânsito.

Câmeras do circuito de segurança registraram toda a abordagem. As imagens mostram que o policial se aproxima da janela do passageiro e pega a arma. Logo em seguida, dá para ouvir o disparo, quando outro policial se afasta.

Marcas do tiros ficaram no cinto de segurança do carro — Foto: TV TEM/Arquivo

Marcas do tiros ficaram no cinto de segurança do carro — Foto: TV TEM/Arquivo

O tiro acertou o jovem que chegou a ser socorrido, mas não resistiu a gravidade dos ferimentos. O soldado Luis Paulo Izidoro foi quem estava com a arma, que segundo a versão prestada em depoimento, o revólver teria disparo acidentalmente.

Polícia

Corpo de idoso desaparecido há três dias é achado ao lado de caçamba em Palmital

Homem de 75 anos que desapareceu no último sábado (12) foi achado em terreno próximo ao pronto-socorro, sem sinais aparentes de violência. Ele foi enterrado nesta segunda-feira (14), sem velório.

Publicado em

Do G1
Adão Rodrigues da Mota, de 75 anos, estava desaparecido desde sábado (12): sem sinais aparentes de violência — Foto: Arquivo pessoal
Adão Rodrigues da Mota, de 75 anos, estava desaparecido desde sábado (12): sem sinais aparentes de violência — Foto: Arquivo pessoal

O corpo de um idoso de 75 anos que estava desaparecido desde a manhã do último sábado (12) foi encontrado na manhã desta segunda-feira (14) em um terreno baldio ao lado do pronto-socorro, no bairro Paraná, em Palmital (SP). O corpo estava ao lado de um caçamba.

Segundo a Polícia Militar, um funcionário da empresa de caçambas encontrou o corpo de Adão Rodrigues da Mota e entrou em contato com a corporação. Ainda de acordo com a PM, não havia sinais aparentes de violência.

O local foi isolado e passou por perícia da Polícia Civil. O corpo foi encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML) de Assis, para a realização de exame necroscópico que determinará as causas da morte.

O enterro do corpo de Adão Rodrigues da Mota foi realizado nesta segunda-feira no Cemitério Municipal de Palmital. Não houve velório. O caso será investigado pela Polícia Civil.

Corpo de idoso desaparecido há três dias é achado ao lado de caçamba em Palmital — Foto: Polícia Militar/Divulgação

Corpo de idoso desaparecido há três dias é achado ao lado de caçamba em Palmital — Foto: Polícia Militar/Divulgação

Continue lendo

Polícia

Homem morre e quatro ficam feridos em acidente na SP-294

O acidente aconteceu no quilômetro 437 + 700 metros. O motorista de 33 anos morreu no local.

Publicado em

Do Marília Notícia

Um homem de 33 anos morreu e outros quatro rapazes ficaram feridos em um grave acidente na madrugada deste sábado (12), na Rodovia Comandante João Ribeiro de Barros (SP-294), entre Marília e Vera Cruz.

Segundo a Polícia Rodoviária Estadual (PRE), por volta de 5h30 o motorista de um veículo Ford Fiesta, que seguia no sentido Marília a Vera Cruz, perdeu o controle da direção, bateu contra a canaleta de escoamento de água no acostamento e capotou.

O acidente aconteceu no quilômetro 437 + 700 metros. O motorista de 33 anos morreu no local. A identidade dele não foi revelada até o momento. Os quatro passageiros, sendo um adolescente de 17 anos, um rapaz de 25 anos e outros dois de 24 anos, ficaram feridos. Dois tiveram ferimentos leves e os outros dois graves.

De acordo com a PRE, após a perícia o veículo foi recolhido pela família. Consta para a polícia que todas as vítimas eram moradoras de Garça.

O familiar de uma das vítimas relatou ao Marília Notícia que horas depois o automóvel teria sido visto em uma chácara próxima ao acidente. Um vídeo que circula nas redes sociais e mostra o estado em que ficou o veículo foi enviado para a redação do MN. Não há informações sobre como carro parou no local.

Continue lendo

Polícia

Gerente da Sapattu Mania de Paraguaçu morre em acidente

A morte foi constatada ainda no local do acidente.

Publicado em

Do i7 Notícias
Com Em Paraguaçu
Gerente da Sapattu Mania de Paraguaçu morre em acidente (Foto: Arquivo pessoal)
Gerente da Sapattu Mania de Paraguaçu morre em acidente (Foto: Arquivo pessoal)

O gerente da Sapattu Mania de Paraguaçu Paulista, Edson José Paes, de 34 anos, morreu no final na noite desta sexta-feira (11), em um acidente na Rodovia Manílio Gobbi, que liga Assis (SP) a Paraguaçu Paulista (SP).

Conforme informações, Edson seguia em uma motocicleta, com destino à Assis, quando colidiu de frente contra um VW/Gol, ocupado por duas pessoas.

Edinho, como é carinhosamente chamado, morreu no local. As outras duas vítimas, ocupantes do veículo, foram socorridas a Santa Casa de Paraguaçu Paulista, pela equipe de Resgate do Corpo de Bombeiro de Assis.

O corpo foi encaminhado ao IML – Instituto Médico Legal de Assis. Por volta das 09h30, ele será liberado para o velório, que acontecerá na sala 02 da Funerária São Vicente de Assis. O sepultamento está marcado para às 16h deste sábado.

Gerente da Sapattu Mania de Paraguaçu morre em acidente (Foto: Reproduçãol)

Gerente da Sapattu Mania de Paraguaçu morre em acidente (Foto: Reproduçãol)

Gerente da Sapattu Mania de Paraguaçu morre em acidente (Foto: Reproduçãol)

Gerente da Sapattu Mania de Paraguaçu morre em acidente (Foto: Reproduçãol)

Continue lendo
Solutudo 300
WhatsAssp AssisNews
Publicidade

FaceNews

Mais lidas