Após violência doméstica, homem volta para dormir na casa da mãe e é preso pela PM de Palmital

Caso aconteceu na manhã desta terça-feira (20).

Um homem de 36 anos foi preso pela Polícia Militar na manhã desta terça-feira (20) na região central de Palmital (SP) por descumpri medida protetiva em processo de violência doméstica.

O acusado, que não poderia se aproximar da casa da mãe, uma pensionista de 69 anos que fez denúncia de ameaça, foi encontrado dormindo no imóvel pelos policiais. Ele foi levado para a Delegacia da Polícia Civil e atuado em flagrante.

De acordo com registros policias, o flagrante ocorreu em residência na rua Joaquim Nascimento Lourenço, onde policiais chegaram pela manhã e encontraram o homem dormindo.

Na segunda-feira (18), ele havia ameaçado a mãe, que prestou queixa na Polícia Civil e conseguiu uma medida de proteção junto ao Poder Judiciário. No mesmo dia, ele foi notificado por oficial de justiça de que deveria deixar o local e não poderia se aproximar da genitora.

Porém, o homem retornou na noite de segunda-feira à residência para pernoitar e a genitora acionou o policiamento pela manhã, com o objetivo de prendê-lo pelo descumprimento da ordem judicial.

O acusado foi detido e apresentado na Delegacia de Palmital, onde delegado Giovani Bertinatti considerou a ilicitude da conduta e decretou a prisão em flagrante do acusado.

O delegado também representou para que o Judiciário decretasse a prisão preventiva do acusado, para que ele fique preso durante o decorrer do processo.

Na tarde desta terça-feira o homem passou por audiência de custódia no Fórum da Comarca de Palmital, onde foi mantido preso e encaminhado à Cadeia Pública de Lutécia.

#MAIS LIDAS DA SEMANA