Número de feridos em acidente com duas mortes em Jaú passa de 40, diz polícia

Colisão entre ônibus que transportavam detentos e caminhão aconteceu na tarde de segunda-feira (21), na Rodovia Comandante João Ribeiro de Barros, entre Jaú e Bocaina.

A Polícia Rodoviária atualizou, na manhã desta terça-feira (22), o número de feridos no acidente entre dois ônibus que transportavam detentos e um caminhão na tarde de segunda-feira (21) em rodovia entre Jaú (SP) e Bocaina.

Segundo a polícia, o motorista de um dos ônibus e o caminhoneiro morreram no local. O motorista do ônibus foi identificado como Aparecido Donizete Alves dos Santos, de 34 anos, e o caminhoneiro como Mizael Santanna Justino, de 30 anos.

Além das duas mortes, 45 pessoas ficaram feridas, sendo que nove foram levadas para a Santa Casa de Bocaina e 36 para a de Jaú. Em Jaú, três feridos seguem internados em estado grave e um aguarda reavaliação com o ortopedista. Outras 47 pessoas envolvidas no acidente não ficaram feridas.

Ainda de acordo com a Polícia Rodoviária, o trânsito no km 140 ficou interditado durante cinco horas para atendimento dos feridos e retirada dos veículos.

Motorista do caminhão tinha 30 anos — Foto: Facebook/ reprodução
Motorista do caminhão tinha 30 anos — Foto: Facebook/ reprodução

Os ônibus envolvidos no acidente transportavam presos que voltavam da saidinha do Dia das Crianças e estavam a caminho do Centro de Progressão Penal (CPP), de Bauru.

Acidente entre caminhão e dois ônibus que transportavam detentos deixou mortos em Jaú — Foto: Luizinho Andretto/ Coisas que só Acontecem em Jaú
Acidente entre caminhão e dois ônibus que transportavam detentos deixou mortos em Jaú — Foto: Luizinho Andretto/ Coisas que só Acontecem em Jaú

Segundo informações da polícia, o caminhão, que trafegava só com o cavalo (sem a carreta), invadiu a pista e bateu de frente com o primeiro ônibus e rodou na pista.

O segundo ônibus com detentos, além de bater na traseira do primeiro ônibus, também foi atingido pela parte de trás do caminhão, que se soltou.

Em nota, a Secretaria de Administração Penitenciária (SAP) informou que os motoristas dos ônibus não são funcionários deles, mas da empresa contratada para fazer o transporte.

Ainda conforme a pasta, a empresa já encaminhou um veículo ao hospital para buscar os reeducandos que forem liberados para levá-los até a unidade prisional.

O enterro do motorista do ônibus será em Garça, cidade onde ele morava, às 17h30 desta terça-feira. Já o motorista do caminhão, vai ser às 15h em Américo Brasiliense (SP).

#MAIS LIDAS DA SEMANA