Fique conectado

Polícia

Trabalhador rural atira contra residência de motorista em Palmital

De acordo com registros policiais, o caso ocorreu por volta das 23h30.

Publicado em

930

A polícia de Palmital (SP) registrou um caso de disparo de arma de fogo em via pública na noite de domingo, dia 1°, quando ainda eram realizados os trabalhos de atendimento ao homicídio de Odair Donizete de Oliveira. Um trabalhador rural de 40 anos, que não foi localizado pela Polícia Militar, teria desferido um tiro de espingarda contra a residência de um motorista, de 42, com quem havia se desentendido previamente. O crime ocorreu na rua Manoel Gaspar, no conjunto habitacional Padre Inocente Osés, na região do São José.

De acordo com registros policiais, o caso ocorreu por volta das 23h30. O acusado teria ido até a cara da vítima e efetuado disparo de arma de fogo, aparentando ser de espingarda, que atingiu o portão de entrada do imóvel. O motorista disse aos integrantes da equipe da PM que havia se desentendido com o autor, que é conhecido nos meios policiais e tem passagens pela polícia por roubo, porte de arma e tráfico de drogas.

Policiais conseguiam contato telefônico com o acusado, que confirmou ter discutido com a vítima e disse que estaria nas proximidades do Pelotão da Policia Militar, no bairro São José, para prestar mais esclarecimentos. Contudo, a equipe foi até o local marcado para o encontro e não conseguiu localizá-lo. O trabalhador rural também não mais atendeu às ligações dos policiais, indicando que teria fugido.

O caso foi apresentado na Delegacia da Polícia Civil, que solicitou a realização de perícia na residência atingida pelo disparo de arma de fogo. Uma equipe da PM fez patrulhamento pela cidade para tentar localizar o autor, mas não o encontrou. Os policiais receberam informações que o acusado residiria em um sítio em Ibirarema, mas não foi especificada a localização para que tentassem localiza-lo.

Polícia

Polícia apreende celulares e eletrônicos sem nota fiscal com trio em rodovia de Florínea

Um homem e duas mulheres foram abordados na SP-333, em Florínea (SP), com material vindo do Paraguai escondido no para-choque e no painel. Eles foram levados para PF e liberados.

Publicado em

Do G1
A maior parte da apreensão foi de aparelhos celulares, 42 no total; havia também perfumes e componentes de computador — Foto: Polícia Rodoviária/Divulgação
A maior parte da apreensão foi de aparelhos celulares, 42 no total; havia também perfumes e componentes de computador — Foto: Polícia Rodoviária/Divulgação

Três pessoas foram detidas e levadas para a Polícia Federal (PF) de Marília (SP) após serem surpreendidas na rodovia Miguel Jubran (SP-333), na noite desta terça-feira (10), com material eletrônico sem nota fiscal escondido no carro.

A abordagem aconteceu no km 450 da rodovia, em Florínea (SP), onde policiais pararam um veículo com placas de Foz do Iguaçu (PR).

Segundo a polícia, o motorista de 41 anos apresentou nervosismo e durante fiscalização foi encontrado o material ilegal escondido no painel e no para-choque do veículo.

No total, foram apreendidos 42 aparelhos celulares, seis perfumes, 470 cartões de memória e uma placa para computador, todos vindos do Paraguai e sem nota fiscal.

Além do motorista, no carro estavam duas mulheres, de 32 e 34 anos. O trio e o material foram encaminhados para a PF. As três pessoas que estavam no carro foram indiciadas por descaminho, ouvidas e liberadas.

Policial durante revista ao veículo que tinha produtos sem nota fiscal escondidos dentro do para-choque — Foto: Polícia Rodoviária/Divulgação'

Policial durante revista ao veículo que tinha produtos sem nota fiscal escondidos dentro do para-choque — Foto: Polícia Rodoviária/Divulgação

Continue lendo

Polícia

Idoso morre após passar mal durante golpe de falso sequestro em Marília

Filho da vítima relatou à polícia que criminosos pediram R$ 5 mil para libertar sua irmã. Idoso ficou inconsciente no carro, quando os dois iam fazer a transferência, e parte do dinheiro foi depositada.

Publicado em

Do G1

A Polícia Civil investiga as circunstâncias da morte de um idoso de 66 anos que passou mal após ser vítima de um golpe de falso sequestro em Marília (SP). O filho de Luiz Antonio Lopes registrou um boletim de ocorrência de extorsão na terça-feira (10).

De acordo com o registro da Polícia Civil, o filho do idoso contou aos policiais que, no dia 1º de dezembro, seu pai havia recebido uma ligação, na qual criminosos diziam que tinham sequestrado a filha dele. Para libertá-la, a vítima precisaria fazer uma transferência de R$ 5 mil.

Após a ligação, pai e filho foram de carro até a agência bancária para fazer o depósito, mas no meio do caminho, o idoso passou mal e perdeu a consciência. Segundo a polícia, neste momento, o filho pegou o celular e começou a falar com um dos dois criminosos, que se identificou como integrante de uma facção criminosa.

Ainda de acordo com o boletim de ocorrência, o filho levou o idoso ao pronto-socorro e continuou andando de carro pela cidade. Pelo celular, ele fez duas transferências para os criminosos, de R$ 2 mil e de R$ 1,7 mil.

Depois das transferências, segundo o homem relatou à polícia, um parente conseguiu entrar em contato com a filha do idoso, que informou que não tinha sido sequestrada.

No entanto, o idoso que foi levado ao pronto-socorro não resistiu ao “trauma que sofreu”, segundo o boletim de ocorrência, e morreu devido a um infarto.

Continue lendo

Polícia

Motociclista atropela criança na faixa de pedestre e foge sem prestar socorro em Assis

Menina de 11 anos sofreu fraturas e passará por cirurgia; caso aconteceu em frente a uma escola na Vila Triangulo.

Publicado em

Do AssisNews
Motociclista atropela criança na faixa de pedestre e foge sem prestar socorro em Assis (Foto: Google Street)

Uma menina de 11 anos sofreu fraturas pelo corpo após ser atropelada por um motociclista enquanto atravessava a faixa de pedestre por volta das 17h20 desta terça-feira (10).

O caso aconteceu em frente a escola Maria Amélia Castro Burali, na Vila Triangulo em Assis (SP).

A vítima foi socorrida por uma unidade de resgate do Corpo de Bombeiro e levada à Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Assis. Ela sofreu fraturas e passará por cirurgias.

O motociclista, que pilotava uma Honda/CG Titan 150, fugiu do local sem prestar socorro a vítima.

A Polícia vai investigar o caso.

Continue lendo
WhatsAssp AssisNews
Publicidade

FaceNews

Mais lidas