Homem é preso suspeito de agredir companheira idosa e abusar psicologicamente em Palmital

Segundo a polícia, caso foi denunciado pelo filho da idosa. Ela tem Alzheimer e ficou sob os cuidados dele após a prisão do companheiro.

Um lavrador de 61 anos foi preso na quarta-feira (17) suspeito de abusar psicologicamente e agredir a companheira de 84 anos, em Palmital (SP).

De acordo com o delegado Giovani Bertinatti, a Polícia Civil foi acionada depois que o filho da idosa, que tem Alzheimer, denunciou a situação. Na terça-feira (16), a polícia pediu medidas protetivas de urgência e determinou que o agressor se afastasse de casa.

Ainda segundo a polícia, o homem retornou ao local na quarta-feira e, devido ao descumprimento judicial, foi preso em flagrante. “Eram abusos psicológicos, financeiros e agressões físicas”, informou o delegado.

A polícia também informou que a idosa não desejava que o suspeito fosse preso. No entanto, ela foi interditada judicialmente por conta do Alzheimer e o homem foi levado para a cadeia de Lutécia, onde ficou à disposição da Justiça.

#MAIS LIDAS DA SEMANA