Família faz vaquinha para pagar tratamento após grave acidente

Jânio trabalha como vendedor de uma concessionária, é casado e tem um filho (Foto: Arquivo Pessoal)

Familiares de um vendedor de 33 anos, nascido em Garça (SP), fazem uma mobilização na internet para arredar recursos e pagar despesas médicas, após um grave acidente. Janio Cicotoste, de 33 anos, precisou passar por uma cirurgia de urgência para não ficar tetraplégico.

O rapaz mora no Mato Grosso do Sul há cerca de quatro anos. O garcense trabalha em uma concessionária de veículos, é casado e tem um bebê. Na manhã da quarta-feira (7), em um cruzamento local, a moto que ele pilotava colidiu contra um carro.

Janio teve vários ferimentos e foi socorrido para o Hospital Regional de Dourados (MS). A prima, Eloá Cicotoste, conta que o estado de saúde era grave e o rapaz corria o risco de perder praticamente todos os movimentos do corpo.

“Ele precisava de uma cirurgia com urgência, mas no hospital não havia leito disponível e nem equipamentos para o tipo de operação. Ele estava internado no corredor. O médico disse que se não fosse feito algo rapidamente, ele corria o risco de nunca mais andar”, conta.

A esposa de Janio, conta a prima, não teve outra opção. Ela procurou um hospital privado, pagou consulta e fez a internação. A cirurgia foi um sucesso e o vendedor já deixou a terapia intensiva, mas, a família ficou com uma dívida de mais de R$ 60 mil para pagar.

“Para o meu primo, o SUS não funcionou. Não tinha o que fazer. Foi uma decisão que tinha que ser tomada, ou esse caso poderia ter outro desfecho. Graças a Deus ele está bem e vai ter alta logo, mas precisamos de ajuda para esse custo”, disse.

Até agora a campanha já arrecadou cerca de R$ 29 mil, com 355 apoiadores. A meta é R$ 50 mil. Quem tiver interesse em ajudar, pode acessar a “vaquinha” online clicando aqui.

#MAIS LIDAS DA SEMANA