Mecânico morre após ser espancado em discussão com colega em Marília

Segundo boletim de ocorrência, suspeito relatou à polícia que a vítima praticava abusos sexuais contra ele quando era criança e que isso gerou revolta. Homem foi preso por homicídio.

Um mecânico de 48 anos morreu depois de ser espancado por um colega de 37, na madrugada deste sábado (29), dentro de uma casa no Jardim Califórnia, em Marília (SP).

Segundo o relato do suspeito à polícia, os dois estavam no imóvel ingerindo bebida alcoólica quando a vítima teria insistido para que ele fizesse sexo oral nela.

Neste momento, de acordo com o boletim de ocorrência, o auxiliar de serviços gerais contou que lembrou dos abusos sexuais que o mecânico praticava contra ele quando era criança. Por isso, segundo a polícia, ele agrediu a vítima com socos e pontapés, deixando-a desacordada.

Segundo a Polícia Militar, houve solicitação de atendimento após a discussão e, quando a equipe chegou ao local, encontrou a vítima em um colchão na garagem da casa, toda machucada. O Samu foi acionado e levou o mecânico ao Hospital das Clínicas, mas ele não resistiu.

Já o auxiliar de serviços gerais foi preso em flagrante e encaminhado ao sistema prisional. Foi feita perícia no local, exame necroscópico no corpo da vítima, assim como coleta de material biológico dos dois envolvidos. O caso é investigado como homicídio.

#MAIS LIDAS DA SEMANA