Bruna Ploner morreu após sofrer politraumatismo em Boituva (SP) (Foto: Facebook/ Reprodução)
Bruna Ploner morreu após sofrer politraumatismo em Boituva (SP) (Foto: Facebook/ Reprodução)

Uma paraquedista, de 33 anos, morreu durante um salto no centro de paraquedismo de Boituva, interior de São Paulo, na manhã deste domingo (24). Testemunhas contaram que o acidente aconteceu quando ela tentou fazer uma manobra.

A paraquedista, identificada como Bruna Ploner, integrante do Exército Brasileiro, foi atendida ainda com vida e levada ao Hospital Municipal São Luiz, em Boituva, mas não resistiu aos ferimentos.



Segundo o Corpo de Bombeiros, uma equipe foi acionada por volta das 9h para atender a ocorrência. Os bombeiros constataram que Bruna sofreu politraumatismo durante a tentativa de pouso, em baixa altitude.

A Polícia Civil informou que o local do acidente está sendo periciado e que já solicitou a apreensão do equipamento utilizado pela paraquedista,. A ocorrência foi apresentada no Plantão Policial.

Deixe um comentário

Esta é uma área exclusiva para membros da comunidade

Faça login para interagir ou crie agora gratuitamente sua conta e faça parte.

Assine nossa newsletter

Receba as notícias do AssisNews diretamente em seu email.

VOCÊ PODE GOSTAR

Autores de incêndios em áreas agrícolas foram sentenciados a prisão

Os incêndios aconteceram nas regiões de Assis, Tarumã e Cândido Mota.

Tabletes de crack e de maconha, além de revólver municiado são apreendidos pelo 8º Baep

Cinco homens acabaram presos por tráfico de drogas em duas ocorrências.

Corpo de homem recém-saído da cadeia é achado ao lado de rodovia em Marília

A identificação da vítima foi possível porque foi encontrado em seu bolso um alvará de soltura em seu nome.

Camionete capota e três ficam feridos em Santa Cruz do Rio Pardo

Segundo Polícia, motorista perdeu o controle do veículo, o que provocou o acidente.