Fique conectado

Polí­tica

Deputado Bragato e Civap buscam agilizar licença para Centro de Tratamento de Resíduos

A iniciativa atenderá a todos os municípios que compõem o consórcio.

Publicado em

146

Participaram da reunião o prefeito Ricardo Pinheiro, o ex-presidente do Civap e ex-prefeito de Palmital, Reinaldo Custódio da Silva, Ida Franzoso, Bruno Moraes da Mota, Oscar Gozzi, Gilmar Zanatta e Paulo Cesar Domingues.

O deputado Mauro Bragato (PSDB) agendou reunião na Cetesb (Companhia Ambiental do Estado de São Paulo) para tratar da questão da licença-prévia para o Centro de Tratamento de Resíduos, que deverá ser implantado pelo Civap (Consórcio Intermunicipal do Vale do Paranapanema), em Palmital. A iniciativa atenderá a todos os municípios que compõem o consórcio. E, nesta terça-feira, 15/01, o parlamentar e representantes da região foram recebidos pelo presidente da estatal, Otavio Okano.

O presidente do Civap e prefeito de Tarumã, Jairo da Costa e Silva, iniciou a reunião pedindo apoio da Companhia para liberação da licença prévia. O presidente da Cetesb disse que vai se empenhar para liberar o documento em razão da importância da iniciativa do Civap. “Esse trabalho não é para só um município, é uma conquista regional”, lembrou. Bragato reforçou o pedido dizendo que o consórcio está cumprindo todas as exigências legais.

O Centro deverá processar 82 toneladas de lixo por dia. Vai estar preparado para o recebimento, trituração, separação, prensagem e todos os procedimentos para que não haja impacto ambiental.

A iniciativa atenderá a todos os municípios que compõem o consórcio

Mauro Bragato aproveitou a reunião para lembrar ao presidente Okano da licença ambiental, que ainda está pendente, para as obras de recape e duplicação na SP-333. O parlamentar já enviou ofício à companhia para saber do andamento do processo. Okano disse que o caso é tratado como prioridade e poderá estar resolvido em fevereiro ou março.

Também participaram da reunião o prefeito de Assis, Ricardo Pinheiro, o ex-presidente do Civap e ex-prefeito de Palmital, Reinaldo Custódio da Silva, a diretora-executiva do Civap, Ida Franzoso, o secretário de Meio Ambiente de Assis, Bruno Moraes da Mota, o chefe de gabinete do deputado Bragato, Oscar Gozzi, e representantes das empresas vencedoras da licitação para construção do Centro, Gilmar Zanatta e Paulo Cesar Domingues.

Publicidade

Brasil

Dilma Jane, mãe da ex-presidente Dilma Rousseff, morre em BH

Dilma Jane nasceu em 1924. Locais do velório e enterro ainda não foram divulgados.

Publicado em

Do G1
A ex-presidente Dilma Rousseff com a mãe, Dilma Jane — Foto: Instagram Dilma Rousseff/Arquivo Pessoal
A ex-presidente Dilma Rousseff com a mãe, Dilma Jane — Foto: Instagram Dilma Rousseff/Arquivo Pessoal

Dilma Jane, de 95 anos, mãe da ex-presidente Dilma Rousseff (PT), morreu neste sábado (13), em casa, em Belo Horizonte.

A informação foi confirmada pelo vereador e presidente do Partido dos Trabalhadores em Belo Horizonte (PT), Arnaldo Godoy. Segundo ele, a ex-presidente está fora do país e ele não sabia sobre a previsão de chegada dela.

Até a publicação desta reportagem, Godoy disse não saber sobre o local do velório e do enterro.

Amigos de Dilma Rousseff, como Manuela D’ávila e Eduardo Suplicy, e o deputado Federal pelo Ceará José Guimarães lamentaram a morte nas redes sociais.

Nascida em 1924, Dilma Jane foi casada com o imigrante búlgaro Pétar Russév que era funcionário da siderúrgica Mannesmann, quando Dilma Jane era professora.

A família viveu em Belo Horizonte, e a morte do pai impediu Dilma Rousseff de fazer uma festa de début em sociedade aos 15 anos.

Continue lendo

Polí­tica

Câmara de Tarumã afasta servidora suspeita de usar carro oficial em encontro amoroso

Legislativo abriu procedimento administrativo para investigar conduta de funcionária que teria sido flagrada em Assis com um homem dentro do veículo. Denúncia foi protocolada por funcionário público.

Publicado em

Do G1
Segundo a denúncia, carro oficial da Câmara estava estacionada na Rua São Paulo, em Assis, com motor ligado — Foto: Bruno Henrique Garcia Paes/Arquivo pessoal
Segundo a denúncia, carro oficial da Câmara estava estacionada na Rua São Paulo, em Assis, com motor ligado (Foto: Bruno Henrique Garcia Paes/Arquivo pessoal)

Um funcionário público de Tarumã (SP) protocolou denúncia contra uma funcionária da Câmara de Vereadores da cidade que teria usado o carro oficial da Casa para um “encontro amoroso” na vizinha cidade de Assis.

As cenas do suposto encontro foram gravadas por Bruno Henrique Garcia Paes, motorista da prefeitura de Tarumã, em Assis, cidade onde ele mora. Ele registrou com um celular o carro estacionado na Rua São Paulo e protocolou a denúncia junto à Câmara de Tarumã.

Segundo a advogada da Câmara, Eliane Coimbra Nilck, a denúncia foi recebida e nesta sexta-feira (12) foi instaurado um procedimento administrativo para investigar o caso. A medida também promoveu o afastamento preventivo da funcionária da Câmara, que tem o cargo de contadora.

Segundo a advogada, foi montada uma comissão com três servidores municipais para investigar a denúncia, com prazo de 30 dias para apresentar suas conclusões. A funcionária investigada tem depoimento marcado para a próxima quinta-feira (18).

A partir do depoimento, a contadora terá três dias de prazo para apresentar sua defesa por escrito e eventuais testemunhas. Eliane Coimbra diz que outras testemunhas podem ser arroladas durante as investigações.

“Em um levantamento inicial, pelo horário da denúncia, ela estaria com o carro a serviço da Câmara, com demandas em Assis. Ou seja, a princípio, ela não pegou o carro sem autorização, mas tudo isso ainda será investigado”, explicou a advogada da Câmara.

Eliane Coimbra explicou que a contadora é funcionária concursada e está no cargo de agosto do ano passado. Ela explicou que, de acordo com o estatuto do funcionalismo, dependendo do resultado das apurações, as sanções para um caso como esse podem ser de advertência, suspensão ou até mesmo exoneração.

‘Indignação’

O funcionário público de Tarumã Bruno Henrique Garcia Paes, que protocolou a denúncia, disse ao G1 que tomou a decisão por “se sentir indignado” com a situação ele diz ter flagrado. Ele explicou que passava pela rua quando reconheceu o carro e viu o que se passava dentro dele.

“Sou motorista e as regras pra gente são muito rígidas, não podemos nem ir almoçar com o carro oficial. Quando passei e vi o carro ligado e com pessoas trocando carícias, me indignei e resolvei registrar”, disse.

O funcionário público diz que já pediu a seu advogado que faça um ofício ao Ministério Público com o material que ele colheu para que se investigue um suposto caso de “uso indevido de veículo oficial”.

Continue lendo

Polí­tica

Câmara votará três Projetos na última Sessão Ordinária do semestre

Em virtude do feriado estadual a sessão será realizada na quarta-feira (10).

Publicado em

Assessoria
Câmara votará três Projetos na última Sessão Ordinária do semestre

A Câmara Municipal divulgou na última quinta-feira (04), a Pauta da 23ª Sessão Ordinária que, em virtude do feriado estadual de terça-feira (09) e ponto facultativo de segunda, será realizada na quarta-feira, dia 10 de julho, às 18 horas.

Na Ordem do Dia o colegiado irá votar o Projeto de Lei de autoria do Poder Executivo que dispõe sobre alterações no Quadro de Pessoal de carreira e em função de confiança da Prefeitura Municipal de Assis. Os parlamentares também votarão dois Projetos de Decreto Legislativo, ambos de autoria da Comissão de Orçamento, Finanças e Contabilidade que dispõem sobre as apreciações dos pareceres prévios do Tribunal de Contas do Estado, referentes às contas do Executivo Municipal, relativas aos exercícios de 2015 e 2016.

As Sessões Ordinárias da Câmara Municipal acontecem todas as segundas-feiras, são abertas ao público e são transmitidas ao vivo pela TV Câmara canal digital 31.3, pelos canais a cabo, 07 e 12 digital e também pela Rádio FEMA FM, 105,9.

Continue lendo
WhatsAssp AssisNews
Solutudo 300
Publicidade

FaceNews

Mais lidas