Severino da Paz, ex-prefeito de Florínea (Foto: Reprodução)
Severino da Paz, ex-prefeito de Florínea (Foto: Reprodução)

O ex-prefeito de Florínea, Severino da Paz, foi condenado pela Justiça Federal a três anos e nove meses de detenção em regime semiaberto. Em 2004, o ex-prefeito teria deixado de fazer cotação de preço para a compra de merenda escolar no valor de R$ 13 mil, verba de recursos do Programa Nacional de Alimentação Escolar. A investigação foi feita pela Polícia Federal.

Além do ex-prefeito também foi condenada na mesma ação a ex-diretora do Departamento de Administração de Florínea, Maria Aparecida Cardoso. Ela era responsável pelo setor de licitações da prefeitura e foi condenada a três anos e três meses de detenção, também em regime semiaberto. Ainda cabe recurso no Tribunal Regional Federal, em São Paulo.
Até o final da tarde desta quinta-feira (7), os dois não tinham sido encontrados para falar sobre a condenação.

Deixe um comentário

Esta é uma área exclusiva para membros da comunidade

Faça login para interagir ou crie agora gratuitamente sua conta e faça parte.

Assine nossa newsletter

Receba as notícias do AssisNews diretamente em seu email.

VOCÊ PODE GOSTAR

Polícia apreende quase 150kg de maconha em Palmital

Homem de 46 anos foi conduzido à Cadeia de Lutécia.

Vídeo flagra homem ateando fogo em carro na região

O veículo, que pertence a uma servidora municipal, ficou destruído. 

Motociclista ataca guarita de condomínio e quebra vidro de veículo

suspeito fugiu e não foi identificado.