Sessão com mais de 5 horas teve debate com Secretária da Educação

Sessão foi suspensa para mais apresentação dos planos de trabalho da atual secretaria

Secretária na Tribuna (Foto: Assessoria)

Em sessão que teve início as 19 horas e que terminou por volta de meia-noite e meia, os vereadores discutiram e votaram a pauta das proposituras com dezenas de documentos e a pedido do Presidente da Câmara Eduardo de Camargo Neto – Camarguinho,  abriram espaço para o pronunciamento do Pastor Nivaldo do Santos, coordenador do Projeto “Pedalada Contra as Drogas” que na oportunidade divulgou o evento que já acontece há alguns anos com o objetivo de combater ás drogas em nosso meio. O Pastor agradeceu e pediu empenho aos órgãos públicos para reforçar sua luta contra as drogas e aproveitou o espaço para solicitar patrocínio de camisetas para o evento que acontece em 26 de junho.

Antes de passar para a Ordem do Dia, ainda com solicitação dos próprios vereadores o presidente Camarguinho suspendeu a sessão para ouvir a Secretária da Educação, Maria Amélia Artigas dos Santos que fez uma demonstração áudio-visual da situação de sua pasta e o que tem feito para administrar nos próximos anos. Após a apresentação houve um debate com os vereadores que perdurou por mais de duas horas.

A Ordem do Dia teve início por volta de 23h30 quando os três projetos previstos foram apresentados. O primeiro tratava-se de uma Redação Final ao Projeto que libera recursos para a Reforma do prédio do Saúde da Família da Vila Progresso, aprovado por unanimidade. O segundo foi o Projeto Emendado sobre o convênio com a CART, que deve inciar recuperação de estradas vicinais, começando pela Assis-Platina. E o terceiro foi adiado por uma sessão a pedido do vereador Paulo Mattioli Junior que encontrou problemas na questão judicial do Projeto que extingue e cria novos cargos na Secretaria da Saúde, mesmo com a exposição em tribuna da também presente Secretária da Saúde Denise Fernandes.

#MAIS LIDAS DA SEMANA