Plenário esteve lotado (Foto: Assessoria)
Plenário esteve lotado (Foto: Assessoria)

Contando com a presença de 12 vereadores a Câmara de Assis organizou e convidou autoridades e população para participarem da Audiência Pública sobre o Plano Plurianual de 2014 a 2017 que define as ações do executivo e seus gastos, bem como o montante a ser aplicado neste período pelo Poder Executivo, autoridades, comunidades e um público bastante interessado compareceu.

A intenção do Prefeito e de suas secretarias, era de realizar as Audiência nos diversos bairros, discutindo com a população cada item e acatando sugestões para desenvolver um plano mais próximo do desejado por todos, para isso o Executivo enviou Projeto á câmara solicitando prazo para a apresentação do mesmo em agosto deste ano, mas, mas mesmo com a aprovação da maioria o projeto foi rejeitado já que não conseguiu o índice obrigatório para esse tipo de matéria.

Mesmo com o tempo diminuído, o executivo enviou o Plano Plurianual à câmara e o órgão seguindo orientações da lei realizou na terça-feira dia 04 de junho às 19 horas uma Audiência Pública para ouvir todos os inscritos dentro da formalidade.

Representantes de comunidades, ong”s, associações e vereadores usaram da tribuna para apresentar opiniões e fazer propostas ao plano, depois que o Secretario da Fazenda do Município Alexander Seródio fez uma pequena explanação do mesmo.

“Apesar de pouco tempo acreditamos que nós vereadores depois desta audiência e de visitas a própria comunidade ouvindo a população poderemos apresentar as emendas necessárias para nos aproximar o quanto mais próximo dos anseios da população”, disse Eduardo de Camargo Neto – Camarguinho, presidente da Câmara de Assis.

Deixe um comentário

Esta é uma área exclusiva para membros da comunidade

Faça login para interagir ou crie agora gratuitamente sua conta e faça parte.

Assine nossa newsletter

Receba as notícias do AssisNews diretamente em seu email.

VOCÊ PODE GOSTAR

Câmara abre CPI dos combustíveis para investigar servidores

Vereadores aprovaram a CPI após denúncia de supostos desvios de verba parta abastecer veículos da administração municipal.

Polícia faz novo pedido de prisão do padre investigado por atropelar homem suspeito de furtar igreja

Defesa solicitou que o processo seja colocado em segredo de Justiça.

CPI vai investigar supostas irregularidades na FEMA

Procedimento foi aberto na sessão desta segunda-feira.