Ângela Gianetta é eleita prefeita de Pedrinhas Paulista

Mais de dois mil eleitores voltaram às urnas neste domingo na cidade.

Ângela Gianetta foi eleita com 71,69% dos votos
(Foto: Reprodução/TV Tem)

Os 2.827 mil eleitores de Pedrinhas Paulista voltaram às urnas neste domingo (4) para eleger o novo prefeito da cidade.  A votação, que começou às 8 horas, foi tranquila e por volta das 18 horas o resultado foi divulgado pelo Cartório Eleitoral de Maracaí, responsável pelas eleições Pedrinhas Paulista. A única candidata no pleito, Ângela Gianetta (PTB) foi eleita com 1476 votos, que correspondem a 71,69% dos votos válidos.

Foram 2059 votos apurados, destes 313 foram brancos e 270 nulos, que correspondem a 15,20% e 13,11% dos votos válidos respectivamente. Ainda de acordo com os dados do Cartório Eleitoral de Maracaí, a abstenção na eleições foi de 736 eleitores.

Como Pedrinhas Paulista tem menos de 200 mil habitantes, o vencedor precisaria apenas da maioria simples dos votos. No caso, com apenas um candidato, esse número era de apenas 1 voto, como explica o chefe do cartório Jean Elias de Almeida. “Para municípios nessas condições basta a maioria simples dos votos, que neste caso um voto dela já alcança essa maioria simples e ela é eleita.”

Essa foi a primeira vez que os eleitores tiveram que voltar às urnas fora de época e ainda com apenas um candidato concorrendo ao cargo de prefeito.

Prefeito eleito em outubro de 2012, Geraldo Gianettateve a candidatura indeferida pelo indeferida pelo Tribunal Superior Eleitoral por não se enquadrar na lei da Ficha Limpa por uma condenação por falsidade ideológica.

Ele também perdeu os direitos políticos e não pode votar nas eleições que elegeram a nova prefeita. Durante o período do afastamento do chefe do Executivo, quem administrou a prefeitura foi o presidente da Câmara, Boaventura Aparecido da Silva.

Ângela comemorou após o resultado das eleições para prefeito (Foto: Reprodução/TV Tem)

#MAIS LIDAS DA SEMANA