Sessão da Câmara aprova 03 projetos e recebe dois visitantes na tribuna

Sessão tranquila teve duração de quatro horas nesta segunda

Camarguinho na presidência

Depois de aberta a sessão pelo presidente Eduardo de Camargo Neto – Camarguinho do PSDB e de ouvir a leitura da Pauta das Proposituras com ofícios, decretos, indicações, moções e requerimentos entre outros documentos pelo primeiro secretário vereador Valmir Dionízio do PSC nesta segunda dia 16 de setembro, iniciou-se a discussão e votação em bloco dos mesmos, com alguns vereadores utilizando-se da tribuna para justificá-los. Todos foram aprovados por unanimidade.

Antes do início da Ordem do Dia, Camarguinho anunciou que havia previsão de uso da tribuna pelo presidente do Sindicato dos Trabalhadores Municipais, Paulo Cesar Tito – Paulo Cuca, o que foi concedido pelos demais vereadores. Foi pedido suspensão dos trabalhos e este foi ouvido a respeito da intenção do executivo em contratar empresa especializada para realizar estudo sobre Plano de Carreira do funcionalismo. Ficou claro que o sindicato procura uma maior participação no processo.

Na Ordem do Dia o primeiro documento analisado foi a Redação Final ao projeto conhecido como “Lei do Nepotismo” que muda do terceiro para o quarto grau a proibição de contratação de parentes pela municipalidade, o que foi aprovado por unanimidade. Em seguida entrou na pauta o Projeto de autorização de convênio com o DER para a reforma da Rodoviári. Na oportunidade foi ouvido também na tribuna o diretor do Terminal Rodoviário Celio Rossini que respondeu perguntas sobre como seria essa reforma. Satisfeitos os vereadores elogiaram o trabalho do diretor e aprovaram o projeto por unanimidade.

Depois de adiado por várias sessões e não podendo mais receber essa solicitação de adiamento, o Projeto que solicita autorização para realização de empréstimo no valor de 3 milhões de reais para manutenção e recuperação de frota de veículos e máquinas do município, antes de ser colocado em pauta, foi apresentado um requerimento dos vereadores do PT, PTB e PSD baseado em artigo do Regimento Interno solicitando pedido de vista por cinco dias, alegando que a Secretaria de Obras ainda não respondeu questões levantadas pelos vereadores anteriormente. O Projeto deve voltar á pauta na próxima semana.

Finalizando por volta de 23 horas os vereadores aprovaram o ultimo Projeto de Lei Complementar que “dispõe sobre o regime próprio de previdência municipal de Assis e suas alterações, e adota outras providências”.

VEJA TAMBÉM

#MAIS LIDAS DA SEMANA