Timba protesta na tribuna contra Lei do Fomento no Distrito Industrial

O vereador do DEM discorda sobre as mudanças propostas para a Lei do CDA. O projeto foi defendido por um dos autores, José Luiz Garcia do PT.

Timba na Tribuna

Na última segunda-feira dia 02 de dezembro, antes do pedido de adiamento do Projeto de Lei dos vereadores: Alexandre Cachorrão, Arlindo do Raio X, Gordinho da Farmácia e José Luiz Garcia, que “altera dispositivo do Programa de Fomento ao Desenvolvimento Econômico Integrado do Município”. A alteração solicita da empresa, assinatura de concordância para recebimento de área sem a infraestrutura e sem previsão para sua realização.

O projeto foi defendido por um dos autores, José Luiz Garcia do PT que acredita no bom senso dos vereadores para que não se percam as oportunidades de empreso e de divisas para o município. Na sequência o vereador Valmir Dionízio do PSC, presidente da Comissão Constituição, Justiça e Redação, mesmo concordando com o vereador que o sucedeu rebateu a questão jurídica da mudança do artigo.

O vereador João da Silva Filho – Timba do DEM, foi enfático e pediu a palavra para protestar, discordando completamente da intenção do projeto e alertou “Essa obrigação é do prefeito, uma promessa de campanha, as mudanças no artigo acabam tirando a responsabilidade do executivo que já passou do tempo de ter mandado um projeto para a câmara sobre as melhorias do CDA – Distrito Industrial”.

“Não é culpa da câmara se as empresas estão querendo ir embora, se estão querendo ir para cidades vizinhas é porque estas cidades estão se estruturando para recebê-las, alterando essa lei estaremos dando a oportunidade do executivo não acelerar o processo de melhoria no CDA, e mais, estamos dando garantias ao prefeito para ele não cumprir sua promessa de campanha”, acrescenta o vereador Timba.

“Cadê o projeto do executivo? Temos que ser realistas, as empresas podem ir embora de Assis se for o caso pois, mesmo entrando no CDA de Assis estarão fazendo um processo irregular e poderão perder todo seu investimento. Os vereador não tem culpa se o prefeito não administra”, finalizou Timba.

Vista aérea do Distrito Industrial de Assis (Foto: Mario Monteiro Netto)

VEJA TAMBÉM

#MAIS LIDAS DA SEMANA