Deputados eleitos na região de Assis falam sobre projetos futuros

Quatro deputados estaduais e três federais foram eleitos na região.
Três deles são reeleitos e outros quatro foram eleitos pela primeira vez.

O Centro-Oeste Paulista elegeu dois deputados federais e quatro estaduais nas eleições do domingo (5) e ampliou a representatividade da região nas esferas estadual e federal. Dois deles foram reeleitos e quatro foram eleitos pela primeira vez.

Milton Monti foi eleito por São Manuel (Foto:
Reprodução / TV TEM)

Entre os federais, Milton Monti (PR), candidato por São Manuel, conquistou pela quinta vez uma cadeira na Câmara Federal. Monti foi eleito com 115.942 votos. Milton Monti é economista e empresário. Em 1983, ele foi eleito prefeito de São Manuel aos 21 anos, considerado até então o prefeito mais jovem do Brasil. Na carreira política, ele ainda foi deputado estadual por dois mandatos (1991-1994 e 1995–1998) e secretário de Estado das Relações do Trabalho (1992-1993).

Milton Monti acompanhou a apuração em uma chácara acompanhado de parentes, amigos e parceiros da coligação. “Eu sei da grande responsabilidade que eu tenho por mais quatro anos, por isso nós vamos continuar trabalhando arduamente para melhorar a vida das pessoas da nossa região”, afirma.

Walter Ioshi foi eleito por Marília (Foto:
Reprodução / TV TEM)

De Marília, o candidato Walter Ihoshi (PSD), conseguiu a reeleição para a Câmara Federal com 88.070 votos. Walter Ihoshi é formado em administração de empresas e vai cumprir o terceiro mandato de deputado federal, antes de ocupar esse cargo ele foi subprefeito de Jabaquara, na grande São Paulo.

Ele agradeceu o apoio da cidade nas eleições. “Nós sentimos que foi uma campanha muito difícil, os eleitores desconfiados e distantes da política, o que refletiu nas eleições, principalmente na queda da votação de grande parte dos parlamentares, inclusive que já eram deputados, mas felizmente nós tivemos apoio, especialmente aqui em Marília, por isso viemos agradecer.”

Capitão Augusto foi eleito por Ourinhos (Foto:
Reprodução / TV TEM)

E de Ourinhos, o candidato Capitão Augusto (PR), foi eleito deputado federal com 46.905 votos. Essa foi a quarta vez que ele concorre a um cargo público em eleição. Policial Militar, Augusto Rosa tentou fundar o Partido Militar Brasileiro, mas não obteve todas as assinaturas necessárias, por isso resolver concorrer pelo PR. Ele já tinha concorrido outras três vezes por diferentes partidos.

Após o resultado das eleições, Capitão Augusto comentou o que pretende fazer nos quatro anos em Brasília. “Temos um projeto para toda a região de Ourinhos, pretendo trabalhar contra a PEC 51, uma aberração de projeto que praticamente acaba com a Polícia Militar e também trabalhar pela PEC 300, que é um salário base justo para os policiais militares.”

Ricardo Madalena foi eleito por Santa Cruz do Rio
Pardo (Foto: Reprodução / TV TEM)

Estaduais
Já entre os estaduais, de Santa Cruz do Rio Pardo, Ricardo Madalena (PR) foi eleito deputado estadual com 45.771 votos. Deputado eleito pela primeira vez, Ricardo é engenheiro e ex-superintendente do Departamento Nacional de Infraestrutura e Transporte (Dnit).

Ele falou ressaltou a experiência na área de infraestrutura, mas destacou a necessidade de projetos na área de saúde. “Eu quero participar muito da área da saúde, nessa campanha eu participei de visitas a mais de 150 municípios e percebi que há uma grande necessidade de ações nessa área, sem esquecer da área de onde eu vim, que é a de infraestrutura”, completa.

Pedro Tobias foi eleito por Bauru (Foto:
Reprodução / TV TEM)

Pedro Tobias (PSDB), foi reeleito pela quinta vez como deputado estadual. Tobias obteve mais de 164.261 votos. Nascido no Líbano, o deputado e médico mastologista chegou a Bauru em 1979 e foi vereador por dois mandatos na cidade. Foi eleito deputado estadual pela primeira vez em 1998, com 44 mil votos. Nas últimas eleições, em 2010, foi reeleito com 198 mil votos.

Tobias é um dos fundadores da organização Médicos Sem Fronteiras e foi eleito Presidente Estadual do Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB) no período de 2011 a 2013. O deputado estadual comentou o que pretende fazer nos próximos quatro anos. “Educação de qualidade e não só quantidade, porque hoje somos o estado que mais gasta com o setor, 30% do ICMS, e metade dos alunos analfabetos e outra semianalfabetos, precisamos de crescimento qualitativo.”

Pastor Celso Nascimento foi eleito por Bauru (Foto:
Reprodução / TV TEM)

O pastor Celso Nascimento (PSC) será estreante na Assembleia Legislativa. Ele é presidente do partido em Bauru e está era a segunda vez que ele concorria ao cargo público.

Secretário municipal na gestão do ex-prefeito Antônio Izzo Filho, o candidato do PSC foi eleito com 79.447 mil votos.

“Quero poder ajudar naquilo que a cidade tem de urgência e necessidade, no campo da saúde, da educação e do transporte. Gostaria muito de propor projetos para revitalizar a malha ferroviária de Bauru”, afirma o deputado.

Fernando Cury foi eleito por Botucatu (Foto:
Reprodução / TV TEM)

E por Botucatu, Fernando Cury (PPS) se elegeu deputado estadual. O candidato obteve 85.925 votos e garantiu uma vaga na assembleia legislativa. Cury é formado em direito e agropecuarista. Ele é irmão do prefeito de Botucatu, João Cury, de quem foi coordenador de campanha, e filho do ex-prefeito da cidade, Antônio Jamil Cury. Fernando também é presidente do diretório municipal do PPS.

“Nós estamos muito felizes com o resultado, com as ações de um trabalho de dois anos que deu certo, mas, sabemos que a responsabilidade agora é muito grande e vamos trabalhar muito para honrar cada voto recebido”, destacou.

#MAIS LIDAS DA SEMANA