Câmara aprova projeto “Adote uma Academia ao Ar Livre”

Objetivo do projeto é viabilizar parcerias entre Poder Público e a iniciativa privada para a manutenção e conservação; projeto aguarda sanção do prefeito.

Câmara aprova projeto do Vereador José Luiz Garcia “Adote uma Academia ao Ar Livre” (Foto: Reprodução)

Na Sessão ordinária desta segunda-feira, dia 02 de maio, a Câmara Municipal de Assis, aprovou o projeto do vereador José Luiz Garcia do PT que institui o Programa “Adote Uma Academia Ao Ar Livre” o projeto segundo o autor tem o “objetivo de dispor sobre adoção de academias ao ar livre no município de Assis, viabilizando parcerias entre, Poder Público e a iniciativa privada para a manutenção e conservação de áreas municipais onde estão instaladas as academias populares”.

Vereador José Luiz Garcia, do PT (Foto: Reprodução/Câmara)
Vereador José Luiz Garcia, do PT (Foto: Reprodução/Câmara)

Justifica o autor do projeto, vereador José Luiz Garcia, “Existem hoje dez  academias implantadas e ate final do ano serão mais sete e com a popularização e a expansão destas academias ao ar livre, faz-se necessária a adoção de medidas para a conservação e preservação dos aparelhos, a fim de mantê-los sempre em bom estado e em condições de uso, uma vez que a prefeitura alega falta de recursos para estas manutenções” comenta.

“Com a sanção desse projeto pelo executivo, o programa tornará possível a redução dos custos do município com essas áreas que são importantes para assegurar o entretenimento, saúde  e o lazer de seus frequentadores, bem como possibilitará o embelezamento da cidade e o envolvimento das empresas privadas para fixarem placas publicitárias divulgando seus produtos e  ou serviços” .

Ainda no projeto existe um item onde ressalta que essas placas “terão suas dimensões e seus padrões definidos pelo Poder Executivo Municipal e não poderão atrapalhar a visibilidade e o trânsito de pessoas, bem como não deverão ser empresas que comercializem produtos nocivos à saúde ou que possam causar dependências químicas ou psíquicas” explica.

É importante destacar que, embora a iniciativa privada tenha oportunidade de adotar a as academias, o controle sobre a mesma continuará sob a responsabilidade da Prefeitura.

#MAIS LIDAS DA SEMANA