Vereadores votam hoje projeto que rejeita contas do prefeito em 2013

Contas foram rejeitadas pela Unidade Regional de Marília, já o Tribunal de Contas do Estado aprovou; para o TCE a contratação da FGV, por R$ 480 mil, deve ser analisada em autos próprios.

Votação deve acontecer nesta segunda (Foto: Reprodução)
Votação deve acontecer nesta segunda (Foto: Reprodução)

O Legislativo assisense deve votar hoje (09), o projeto de decreto legislativo 5/2016 que dispõe sobre a rejeição das contas da Prefeitura de Assis (SP), referente ao exercício do ano de 2013, de gestão do atual prefeito Ricardo Pinheiro Santana (PSDB).

Apesar da votação do projeto de decreto estar incluída na pauta da última sessão, dia 2 de maio, ela foi adiada em função da ausência dos vereadores Adriano Romagnoli Pires (PTB) e Cristiano Santilli (PV) devido a problemas de saúde.

As contas do exercício de 2013 da Prefeitura de Assis foram rejeitadas pela Unidade Regional de Marília do Tribunal de Contas do Estado de São Paulo (UR4), porém, em São Paulo, o Tribunal de Contas do Estado (TCE) seguindo em sentido oposto aprovou as contas com ressalvas, considerando que a contratação da Fundação Getúlio Vargas (FGV), por R$ 480 mil, deverá ser analisada em autos próprios.

Segundo o vereador José Luiz Garcia (PT) o projeto deve ser votado à favor da rejeição das contas, já que o prefeito teria ultrapassado o limite de 20% na abertura de crédito e 31,65% foram remanejados sem autorização do legislativo.

A sessão que será realizada nesta segunda-feira (09) terá início às 18h e pode ser acompanhada na Câmara Municipal que está localizada na Rua José Bonifácio nº 1001, no bairro Leblon em Assis (SP), através do canal 07 da TV a Cabo e pelo canal digital 61.3 ou pela Rádio FEMA FM.

#MAIS LIDAS DA SEMANA