Deputado Federal destina R$ 2.100.000,00 para a oncologia de Assis

Reunião em Assis aprovou projeto do Capitão para implantação do serviço de oncologia completo na cidade.

Após uma reunião em Ourinhos (SP) na tarde de sexta-feira (09), entre o deputado federal Capitão Augusto e a mantenedora da Organização Social de Saúde Santa Casa de Misericórdia de Assis, Thelma Gonçalves Carneiro Spera de Andrade, onde se definiu a urgência de uma mobilização das lideranças da área da Saúde de Assis e região, foi proposto para a manhã do dia seguinte um encontro com a presença dos representantes do setor legalmente constituídos.

A partir da concordância do prefeito José Fernandes ao telefone, começou ali mesmo uma convocação para essa reunião, ainda que informal, para que os próximos passos no sentido da implantação de um serviço de Oncologia eficiente em Assis, incluindo radioterapia, fossem definidos.

“Até uma hora da manhã ainda estava ao telefone fazendo os últimos contatos”, contou Thelma Andrade, que aposta na proposta do deputado federal Capitão Augusto de se criar em Assis um serviço de oncologia em parceria com a Santa Casa de Ourinhos, entidade credenciada pelo SUS para o tratamento gratuito ao Câncer.

REPRESENTATIVIDADE

A reunião em Assis, sábado (10), às 10h, apesar do pouco tempo para a convocação, contou com representantes de todas as esferas ligadas à Saúde da região de Assis.

Estiveram presentes o prefeito José Fernandes e o vice-prefeito Márcio Martins (Veterinário); os vereadores André Gonçalves Gomes “Borracha” (representando o presidente) e Alexandre Cobra Vêncio “Cachorrão”; a secretária municipal de Saúde Luciana Gomes de Souza e funcionários da Secretaria; a presidente do Conselho Municipal de Saúde de Assis, Cátia Auxiliadora Ribeiro, e outros membros do CMSA; o prefeito de Tarumã e representante do CIVAP (Consórcio Intermunicipal do Vale do Paranapanema), Oscar Gozzi; a presidente da Associação Voluntária de Combate ao Câncer de Assis (AVCCA), Rosane Bittencourt, acompanhada de mais voluntárias; membros da diretoria da Santa Casa de Assis e corpo clínico; o médico Norberto Paes, responsável pelo serviço de oncologia da Santa Casa de Ourinhos; além da mantenedora da Santa Casa de Assis, Thelma Andrade e do deputado federal Capitão Augusto.

COMPLEXO HOSPITALAR

Durante a reunião, a proposta de se criar um complexo hospitalar entre Ourinhos e Assis com foco no tratamento do câncer foi exposta pelo Capitão Augusto, por Thelma Andrade e pelo médico Norberto Paes. No início, vários dos presentes expressaram suas dúvidas, a começar pelo prefeito José Fernandes, esclarecidas ao longo do encontro que convergiu para a aceitação da proposta do deputado da região. A presidente da AVCCA, Rosane Bittecourt, fez coro com o Capitão Augusto de que as ações devem ser focadas na urgência dos pacientes que precisam do tratamento. Ela lembrou que Assis já perdeu, há mais de uma década, a oportunidade de ter o seu próprio hospital do câncer, hoje instalado em Presidente Prudente. “O que se falava que poderia virar um elefante branco hoje está funcionando perfeitamente em Prudente”, disse.

Prefeito de Assis José Fernandes, Vereador Alexandre Cachorrão e o Vice Prefeito Marcio Veterinário estiveram na reunião (Foto: Divulgação)
Prefeito de Assis José Fernandes, Vereador Alexandre Cachorrão e o Vice Prefeito Marcio Veterinário estiveram na reunião (Foto: Divulgação)

SEM ‘MIMIMI’

Diante de algumas colocações questionando o fato de Assis passar a estar coberta pelo mesmo teto financeiro e sob a gestão da oncologia de Ourinhos, a presidente do Conselho Municipal de Saúde de Assis, Cátia Ribeiro, afirmou: “Vamos deixar de mimimi’! Isso é muito pequeno para que tem um filho com câncer”. Cátia tem uma filha de 29 anos que faz tratamento contra o câncer.

O diretor jurídico da Santa Casa de Assis, Arnado Thomé, fez uma fala no mesmo sentido: “estamos querendo construir a casa pelo telhado, vamos fazer o que é preciso primeiro a partir da oferta do deputado e assim teremos o que discutir no futuro”, afirmou.

R$ 2,1 MILHÕES

Com a proposta do Capitão Augusto, a Santa Casa de Assis receberá uma emenda parlamentar impositiva de sua autoria de R$ 1 milhão, já constante no sistema na União, com previsão de pagamento em junho. A finalidade desse recurso será dar início à construção da “casamata” em área disponível no terreno da Santa Casa para abrigar o aparelho de radioterapia. Na reunião, o deputado federal Capitão Augusto destinou mais R$ 100 mil que serão destinados ao projeto de construção desse setor. “Eu nunca vi alguém não aceitar um presente que está ganhando”, disse o prefeito José Fernandes.

Para garantir a conclusão da obra da “casamata”, Capitão Augusto assumiu ainda o compromisso de destinar outra emenda de R$ 1 milhão à Santa Casa para ser paga em 2019. “Como deputado federal até dezembro posso deixar garantido esse recurso para o próximo ano, mesmo que não me reeleja”, atestou o deputado. Essas 3 emendas serão pagas à Prefeitura de Assis para, em seguida, serem repassadas à Santa Casa. O prefeito José Fernandes assumiu de público na reunião o compromisso de transferir esses recursos assim que entrarem nos cofres da Prefeitura.

ENCAMINHAMENTO

Em recente audiência com o ministro da Saúde, Ricardo Barros, Capitão Augusto solicitou a doação de um equipamento acelerador linear ou nuclear (aparelho para radioterapia) para a Santa Casa de Assis. “Quero aproveitar o ministro Ricardo Barros, que vem acompanhando há tempos nossa luta para melhorar o atendimento ao câncer em nossa região, antes de sua desincompatibilização do cargo”, afirmou Capitão Augusto.

José Fernandes anunciou também que nesta segunda-feira, 12, providenciará o encaminhamento à Câmara do pedido de autorização para firmar convênio que permita os repasses das emendas do deputado federal Capitão Augusto à Santa Casa de Assis. “Sua luta é a nossa luta, deputado”, afirmou o prefeito.

Capitão Augusto confirmou ainda a destinação para Assis de uma ambulância no valor de R$ 170 mil e revelou seu pedido ao ministro Ricardo Barros de doação pelo Ministério da Saúde de um aparelho digital de raio x para a Santa Casa, avaliado em R$ 600 mil. O único aparelho da Santa Casa, já obsoleto, quebrou há cerca de 1 mês e não permite mais conserto.

SURPRESA

O prefeito José Fernandes admitiu estar surpreso ao tomar conhecimento do trabalho que o deputado federal Capitão Augusto realiza em várias cidades e hospitais a favor da oncologia. Além de Ourinhos e Assis, o deputado está colaborando no envio de recursos para a construção do centro de transplante de medula óssea do Hospital Amaral Carvalho, de Jaú; e, ano passado, arrecadou cerca de R$ 30 milhões em emendas de deputados de outros estados para serem pagas este ano ao Hospital de Câncer de Barretos. “Todos os estados brasileiros encaminham pacientes mensalmente para o HC de Barretos, então, sensibilizei muitos deputados através de um livro ouro a colaborarem com emendas”, contou Capitão Augusto.

Thelma Andrade se manifestou entusiasmada com a possiblidade do projeto avançar. A proposta do Capitão chega justamente num momento em que a OSS Santa Casa de Assis vem aprimorando sua gestão e ganhando prestígio com sua nova visão administrativa. Hoje, ela é a responsável pela gestão dos AMEs de Assis e Ourinhos, após vencer editais de licitação e concorrentes que estavam há anos na função.

Ao final, Capitão Augusto anunciou que Assis receberá a partir de seu pedido a Henrique Prata, presidente do Hospital de Câncer de Barretos, a super carreta que realiza diagnósticos de câncer gratuitamente. “Eu vim aqui para construir pontes e não muros”, finalizou o deputado federal da região.

#MAIS LIDAS DA SEMANA