Deputado Federal indica que legalização dos jogos de azar no Brasil pode avançar ainda neste ano

Deputado Paulo Pereira da Silva, o Paulinho da Força (SD-SP) — Foto: Alex Ferreira / Câmara dos Deputados

Todos os problemas econômicos desencadeados pela necessidade de fechamento de indústrias, empresas e estabelecimentos comerciais nos últimos anos devido a pandemia do novo coronavírus acabaram por fomentar ainda mais a discussão em torno da liberação dos cassinos no território nacional.

Em 2019, o presidente Jair Bolsonaro foi consultado sobre a possibilidade de apoiar a legalização dos jogos de azar no país e reforçou que necessitaria consultar uma das principais bases de apoio ao seu governo, a bancada evangélica. Em contrapartida, o deputado e presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM – RJ) apoia o projeto desde que o retorno dos estabelecimentos ocorra apenas vinculado aos hotéis de luxo ou resorts.

Sendo assim, o tema está novamente em voga tanto no Congresso Nacional quanto na sociedade civil. De acordo com uma reportagem do portal iGaming Brazil, “Crise Gerada pelo Coronavírus Acelera Assunto de Cassinos no Brasil”, a avaliação de tema pode avançar ainda neste ano. Ao menos, essa é a opinião do deputado federal Paulinho da Força (SD-SP).

“Acho que este é o momento de discutir. O Brasil vai precisar disso. Vamos entrar na maior crise econômica da história. Então precisamos pensar em projetos agora que gerem emprego e arrecadação para o governo. Se incluir bingos e cassinos estamos falando em coisa de R$ 20 bilhões de arrecadação para o governo”, afirmou o parlamentar em entrevista recente.

O deputado ainda salientou que essa alteração na legislação em vigor pode representar a criação de milhares de novos empregos. “Sou um defensor da legalização dos jogos. Não só dos cassinos, mas também sou favorável a que a gente inclua bingo. Cassino é importante. Se a gente fizesse pelo país afora com certeza daria uns milhares de empregos. Mas acho que fazer cassinos e fazer bingos poderia gerar, aí sim, milhares de empregos”, concluiu.

Enquanto isso, a única forma dos brasileiros vivenciarem a experiência de apostar um cassino sem sair do país segue através dos cassinos online, como o Frank & Fred que está se apresentando ao mercado nacional. Hoje em dia, essas plataformas contam com ferramentas e recursos que oportunizam o jogo seguro, divertido e em interação com outros apostadores.

#MAIS LIDAS DA SEMANA