Câmara abre CPI dos combustíveis para investigar servidores da Prefeitura de Assis — Foto: Câmara de Assis/Divulgação
Câmara abre CPI dos combustíveis para investigar servidores da Prefeitura de Assis — Foto: Câmara de Assis/Divulgação

A Câmara de Vereadores de Assis (SP) abriu uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para apurar eventuais irregularidades na conduta de servidores da prefeitura da cidade.

O requerimento da CPI dos combustíveis, de autoria do vereador Tenente Gênova (União Brasil), foi aprovado por unanimidade durante a sessão de segunda-feira (27), com os votos de 14 dos 15 vereadores – o presidente da Casa só vota em caso de empate.

A CPI foi instaurada para apurar supostos desvios de recursos públicos usados para abastecer os veículos da administração municipal nos postos de combustíveis.

Também foi definida a composição da CPI, que terá como presidente o próprio autor do requerimento, além de Rogério Nascimento (PL) como relator e Pastor Edinho (PDT) como membro.

O prazo regimental para apurar a denúncia e concluir os trabalhos é de 180 dias. Procurada pela reportagem da TV TEM, a Prefeitura de Assis preferiu não se manifestar sobre o assunto.

Deixe um comentário

Esta é uma área exclusiva para membros da comunidade

Faça login para interagir ou crie agora gratuitamente sua conta e faça parte.

Assine nossa newsletter

Receba as notícias do AssisNews diretamente em seu email.

VOCÊ PODE GOSTAR

CPI vai investigar supostas irregularidades na FEMA

Procedimento foi aberto na sessão desta segunda-feira.