Dos dez alunos, sete já atuam como “degustadores” de água (Foto: Assessoria)

Nos dias 29 e 30 de janeiro, a Sabesp realiza um treinamento de análise sensorial da água para dez empregados da companhia. O curso, que acontece em Presidente Prudente, tem o objetivo de treinar funcionários que atuam na Unidade Regional de Presidente Prudente para analisar odores e gostos que possam ser identificados pela população. Dos dez alunos, sete já atuam como “degustadores” de água.

Dos dez alunos, sete já atuam como “degustadores” de água (Foto: Assessoria)

As responsáveis pelo curso são as químicas, Sonia Diniz e Andreia Natali. Elas explicam que a potabilidade da água da Sabesp é garantida pelas análises físicas e químicas, realizadas periodicamente nos laboratórios da companhia. “Já a análise sensorial identifica variáveis que não interferem na qualidade da água, mas na percepção do cliente”, expõe Sonia Diniz.

Conforme a Portaria 2914/2011, do Ministério da Saúde, as análises de odor e gosto, antes apenas recomendáveis, agora são obrigatórias. Na região de Presidente Prudente, as análises são feitas desde 2005.

O curso acontece dia 29 das 9h às 17h e dia 30 das 9 às 13h, na rua Campestre, 199.

Curiosidades:
As especialistas explicam que, apesar de existirem pessoas predispostas a identificar uma quantidade maior de odores e gostos, essa é uma capacidade que pode ser desenvolvida através de treinamentos. “No começo dos cursos para iniciantes, fazemos análise de chocolates e biscoitos; já que nos alimentos, identificamos com mais facilidade as diferentes sensações que os gostos provocam”, explica Andreia Natali.

Deixe um comentário

Esta é uma área exclusiva para membros da comunidade

Faça login para interagir ou crie agora gratuitamente sua conta e faça parte.

Assine nossa newsletter

Receba as notícias do AssisNews diretamente em seu email.

VOCÊ PODE GOSTAR

Corpo de Bombeiros faz orientações para evitar acidentes com gás

As orientações devem ser seguidas desde o momento da instalação.

Suspeita de racha entre motos é investigada como causa do acidente

Motociclista e o policial militar de folga que estava de bicicleta morreram.

Engavetamento envolve cinco veículos na Rodovia Raposo Tavares

Ninguém ficou ferido e o tráfego fluiu normalmente no local.