Rio Santo Anastácio em Álvares Machado (Foto: Reprodução)

Córrego do Sapé e Ribeirão dos Ranchos. São estes os corpos d”água diretamente beneficiados pelo início da operação, em 2012, de três Estações de Tratamento de Esgoto: duas em Paraguaçu Paulista e uma em Adamantina. Ao todo, foram investidos R$ 15 milhões, levando mais qualidade de vida a 21,5 mil moradores das duas cidades.

As três estações possuem eficiência média de 85%, índice superior ao exigido pela legislação. “A devolução do esgoto tratado com eficiência para o meio ambiente garante a qualidade de outros corpos d”água além do Ribeirão dos Ranchos e do Córrego do Sapé, já que eles deságuam em rios que chegam ao Paraná e ao Paranapanema”, explica o superintendente regional da Sabesp, Antero Moreira França Júnior.

No período de2011 a2016, R$ 159 milhões são investidos nas 62 cidades da unidade regional com sedeem Presidente Prudente: “Uma parcela desse valor garante a universalização dos serviços de saneamento básico nas sedes de municípios, prevista para os próximos meses, com a finalização da obra que reverte parte do esgoto de Álvares Machado para tratamentoem Presidente Prudente”, expõe o superintendente. Concomitantemente, a Sabesp investe no saneamento de distritos da regional.

A construção das estações de tratamento de esgoto de Adamantina e de Paraguaçu Paulista e a reversão do esgoto de Álvares Machado fazem parte do plano de universalizar os serviços de saneamento básico nos 325 municípios atendidos pela Sabesp no interior e litoral do Estado até 2014. “Para atingir esta meta, investimos aproximadamente R$ 700 milhões por ano no período 2012 a2014”, diz o diretor de Sistemas Regionais da Sabesp, Luiz Paulo de Almeida Neto. “O conjunto de obras em andamento garante mais saúde e qualidade de vida para a população; melhoria dos rios; preservação do meio ambiente e desenvolvimento das cidades”, completa.

Tratamento com eficiência comprovada
As estações e lagoas de tratamento de esgoto localizadas nos 62 municípios atendidos pela unidade regional da Sabesp removem mais de 80% da carga orgânica, conforme o Relatório de Qualidade das Águas Superficiais da Cetesb, divulgado em 2011. Em números absolutos, significa que 36,4 toneladas de resíduos orgânicos deixam de ser lançadas diariamente nos rios e córregos da região a partir do trabalho da Sabesp.

Em 2012, o relatório “Conjuntura dos Recursos Hídricos no Brasil”, da Agência Nacional de Águas (ANA), apontou 47 pontos de medição em corpos d”água em que houve melhoria entre os anos 2001 e 2010, sendo 37 deles em rios paulistas: São Paulo foi “um dos Estados que mais investiram em saneamento na última década”, ressalta a agência federal. Na região de Presidente Prudente, a melhora em dois pontos de medição, no rio Santo Anastácio e no rio Paraná, foi atribuída aos trabalhos da Sabesp:

– O rio Santo Anastácio, na medição feita em Álvares Machado, teve expressiva melhora no índice de qualidade das águas, de 17 para 51, em uma escala de 0 a 100. Esse rio não teve medição em 2001, por isso a comparação ocorre entre 2005 e 2010. O motivo, segundo a ANA, é o tratamento de 100% de esgoto doméstico de Presidente Prudentee a redução de efluente de um curtume;

Rio Santo Anastácio em Álvares Machado (Foto: Reprodução)

– Na cidade de Rosana, a nota do rio Paraná melhorou de 85 para 92 por causa das águas mais limpas do rio Santo Anastácio, que nele deságua e que foi beneficiado pelas obras da Sabesp.

Rio Paraná na cidade de Rosana (Foto: Reprodução)
Deixe um comentário

Esta é uma área exclusiva para membros da comunidade

Faça login para interagir ou crie agora gratuitamente sua conta e faça parte.

Assine nossa newsletter

Receba as notícias do AssisNews diretamente em seu email.

VOCÊ PODE GOSTAR

Câmera flagra carro 'furando' sinal vermelho em batida contra moto

Sistema de videomonitoramento da prefeitura registrou acidente.

Caminhoneiro é preso com cocaína escondida dentro de cilindro de ar

Ocorrência foi apresentada na Polícia Federal de Marília (SP).

Casal tenta fugir e é preso com quase 300 kg de maconha em Cândido Mota

Dupla desobedeceu uma ordem de parada e, metros à frente, tentou a fuga a pé.