Revelando Talentos Edição de 2011 (Foto: Reprodução)
A presidente da Camara e idealizadora do evento, Claudineia Sanches Girotto Ferreira (Foto: Assessoria)

Uma feira cultural que reúne o melhor da gastronomia, artesanato, música e agroindústria da região. Assim é o projeto Revelando Talentos que, em 2013, está indo para sua 9ª edição.

O evento é uma promoção do Departamento de Cultura, em parceria com a Prefeitura Municipal e as inscrições para os municípios que tiverem interesse em participar, estão abertas.  “Nosso principal objetivo é ajudar no fortalecimento da renda da comunidade, mostrando o que nossa produção local e regional tem de melhor”, declara Claudinéia Sanches Girotto Ferreira, idealizadora do festival e presidente da Câmara.

Em sua última edição, o Revelando Talentos recebeu as cidades de Assis, Cândido Mota, Echaporã, Lutécia, Marília, Palmital, Presidente Prudente, Santa Cruz do Rio Pardo, Paraguaçu Paulista e Tarumã, todas do Estado de São Paulo.

Para participar, os interessados devem enviar uma descrição do que pretendem expor. “Seguimos algumas diretrizes na escolha dos participantes, pois a ideia é valorizar a cultura e a tradição de nossa região”, explica.

O Revelando Talentos será nos dias 6 e 7 de abril, na Praça da Matriz, em Oscar Bressane. Durante os dois dias de feira, os melhores produtos feitos nas cidades participantes estarão expostos para comercialização. Quem quiser mais informações sobre a mostra pode entrar em contato com o Departamento de Cultura, pelo telefone (14) 3457-1297.

Revelando Talentos Edição de 2011 (Foto: Reprodução)
Deixe um comentário

Esta é uma área exclusiva para membros da comunidade

Faça login para interagir ou crie agora gratuitamente sua conta e faça parte.

Assine nossa newsletter

Receba as notícias do AssisNews diretamente em seu email.

VOCÊ PODE GOSTAR

Ciclista morre em acidente na ‘Fortunato Petrini’ em Candido Mota

Até o momento a vítima não foi identificada.

Mulher diz que foi agredida por 9 por acharem que ela denunciou som alto

Celia Maria de Sá, de 52 anos, recebeu socos, murros e tapas; ninguém foi preso.