Fórum de Paraguaçu, passará por ‘pente fino’ para achar documento

Procedimento interno foi aberto para apurar onde foi parar o papel público.

Procedimento interno será aberto para descobrir o que ocorreu (Foto: Reprodução TV TEM)

O Fórum de Paraguaçu Paulista passará nos próximos dias por um pente fino. Um documento público que trata de supostas irregularidades durante a última campanha eleitoral sumiu. A denúncia, assinada por treze pessoas, foi entregue ao Ministério Público Federal, em São Paulo. Como a competência para investigar esse tipo de crime é do Ministério Público Estadual, o documento foi enviado ao Fórum de Paraguaçu Paulista.

O documento foi protocolado no Ministério Público Federal, que enviou a Paraguaçu Paulista no dia 12 de novembro, como consta no comprovante de recebimento dos Correios. Só que até nesta quinta-feira (4), a promotoria não abriu as investigações porque o documento nunca chegou ao Ministério Público. Um procedimento interno foi aberto para apurar onde foi parar o papel.

“Os fatos ainda estão sendo apurados. Se ficar demonstrado que um documento público sumiu, é um fato grave. Isso não some, não pode acontecer. Pouco importa a importância do documento; Por si só ele já é importante. A apuração vai dizer se foi entregue em local adequado ou se ele sumiu. Já avisei os interessados para trazer de novo porque nunca chegou ao Ministério Público”, avisou o promotor, Fernando Fernandes Fraga.

A denúncia é de suposta compra de voto e de abuso de poder econômico envolvendo uma coligação que disputou a última eleição. Para o ex-vereador que, com outras doze pessoas, assinaram a representação com denúncias de supostas irregularidades por parte de alguns candidatos eleitos, entre eles, o prefeito. “A população já é inconformada na lentidão do judiciário. Agora, o que passa na cabeça do cidadão sobre o extravio de dentro do Fórum de denúncias que nós esperávamos já estar em andamento”, disse Edvaldo Vieira da Rocha.

A diretora do Fórum informou que vai abrir uma sindicância para apurar o caso. Ela também informou que toda correspondência que chega até o local é reunida em uma sala onde depois e distribuída para vários setores, incluindo o Ministério Público. O que vai ser apurado é se a denúncia, que é um documento oficial, está em algum lugar do Fórum perdido ou se o documento realmente despareceu.

#MAIS LIDAS DA SEMANA