Missa dos motoristas aconteceu quarta-feira, 25, em Nova Alexandria

“Padre estradeiro” celebrou missa para dezenas de fiéis; um deles conta motivo de ter parado no posto

Dezenas de pessoas participaram da “Missa itinerante” (Foto: Mario Luiz)

A convite dos diretores do Posto Alexandria, Luis Torrezan, Regina; Elizeu e Maria do Carmo, foi realizada ontem, missa no pátio do posto. O padre Miguel Staron, 58, que é um padre estradeiro agradeceu a presença das dezenas de pessoas que participaram da missa.

Para o proprietário do Posto, Luis Carlos Torrezan, 63, “a benção dos caminhoneiros que passam pelo posto e moradores de Nova Alexandria é muito importante. Quando Deus está abençoando nossa estrada, os caminhos se tornam mais fácil e o céu se abre para nós”, finalizou. A missa faz parte de um roteiro onde três padres: Miguel Staron; Germano Nalepa e Marian Litewka. Um furgão adaptado é a igreja itinerante. No final da missa os prsentes ganharam vários brindes.

Os padres da Pastoral Rodoviária viajam pelas rodovias de todos os Estados do Brasil (Foto: Mario Luiz)

O caminhoneiro Lázaro Dias de Oliveira, 56, residente em Campinas/SP, emocionado fez questão de dar seu testemunho. “Eu venho do Mato Grosso do Sul. Estava bastante nervoso e passando pelo Posto Alexandria fiquei com muita vontade de entrar para tomar um banho. Pensava em tomar o banho e depois continuar viagem, mas observando que estava começando a missa resolvi ficar. Agora estou calmo e meu coração está leve. Foi por Deus que parei. Senti no coração que devo descansar e só vou viajar amanhã pela manhã”, afirmou.

Os padres da Pastoral Rodoviária viajam pelas rodovias de todos os Estados do Brasil. Nos trajetos visitam, ao menos uma vez por ano, aproximadamente 7.000 postos de combustíveis. O número de postos, onde se celebram as Missas dos Motoristas, ultrapassa atualmente a quantia de 1.600. Para o serviço pastoral, a Equipe dispõe de três caminhões-capela (as capelas estão montadas dentro de furgões). Abrindo a porta traseira do furgão, surge o altar, as caixas de som, o microfone, os folhetos da celebração, as folhas de cânticos e os demais assessórios preparados para fins religiosos. Os serviços prestados pelos padres da Pastoral Rodoviária são gratuitos, compreendendo missas e outros atendimentos pastorais.

Um pouco de história – A Pastoral Rodoviária (Serviço da Igreja Católica Apostólica Romana ao povo da estrada), ligada à Congregação da Missão Província do Sul, de Curitiba-PR, está atuando nas estradas do Brasil desde 1976. A Pastoral Rodoviária, nesse estilo como é feita no Brasil, é única no mundo. É reconhecida pela CNBB como uma das pastorais que fazem parte do Setor da Mobilidade Humana.

Equipe da Pastoral Rodoviária
Estão envolvidos em tempo pleno na Pastoral Rodoviária três padres da Congregação da Missão (Lazaristas), congregação fundada por São Vicente de Paulo, na França, em 1625. Os padres da Pastoral Rodoviária pertencem à Província de Curitiba-PR:

Nossa Senhora da Estrada
Os padres divulgam a devoção à Nossa Senhora da Estrada, distribuindo, ao final das celebrações, decalques, posteres e selinhos adesivos com a imagem d’Ela, bem como rosários. O quadro original de Nossa Senhora da Estrada encontra-se na igreja “Del Gesú” em Roma, na Itália. Foi pintado por um artista desconhecido, talvez há uns 800 anos. Alguém colocou esse quadro numa capelinha à beira da estrada, no início do caminho que saía de Roma para o interior. Já naqueles tempos, viajar pelas estradas era uma tarefa difícil (mato fechado, rios sem pontes) e perigosa (feras e bandidos). Os viajantes costumavam parar na frente da capelinha à beira da estrada e oravam a Deus pedindo a sua proteção por intercessão da Virgem Maria. Com o decorrer do tempo, o pessoal começou a chamar a imagem da Mãe de Jesus Cristo, que estava dentro daquela capelinha, de imagem de Nossa Senhora da Estrada.

VEJA TAMBÉM

#MAIS LIDAS DA SEMANA