Operação Veredas tem 23 pessoas condenadas no Centro-Oeste Paulista

Assisenses estão entre as pessoas presas na operação.

Quadrilha recebia dinheiro e vantagens, como a realização de festas.

A Justiça Federal de Ourinhos divulgou neste sábado (10) a condenação dos envolvidos na operação “Veredas”, deflagrada em novembro 2007 em quatro estados brasileiros. Na época, a Polícia Federal descobriu que empresas de transporte coletivo pagavam a órgãos fiscalizadores da Polícia Rodoviária Federal e Agência Reguladora de Serviços Públicos de Transporte do Estado de São Paulo para forjar flagrantes de armas e drogas nos veículos da concorrente para que os ônibus fossem apreendidos e o serviço afetado, além do prejuízo com multas.

Outra forma de ação era por meio da indicação de trajetos para as quais as empresas rivais não tinham permissão. Os fiscais corruptos multavam essas empresas e transferiam seus passageiros às outras que participavam do esquema e que tinham concessão para atuar naquele trecho.

Em troca, a quadrilha ganhava dinheiro e outras vantagens, como a realização de festas e doações para campanhas políticas na região: 23 das 34 pessoas presas são de Ourinhos, Marília, Assis e Presidente Prudente.

#MAIS LIDAS DA SEMANA