Ipaussu ganha projeto de bicicletas compartilhadas

Iniciativa patrocinada pela Duke Energy disponibiliza bicicletas para uso gratuito pela comunidade local

Iniciativa patrocinada pela Duke Energy disponibiliza bicicletas para uso gratuito pela comunidade local

A partir deste domingo (13), os moradores de Ipaussu, na região centro-oeste do Estado, terão um incentivo a mais para utilizar a bicicleta como meio de transporte.

O projeto de uso compartilhado Duke-Bike será inaugurado, disponibilizando para a comunidade 12 bicicletas para uso público. A Duke Energy, companhia que opera usinas hidrelétricas na região, é a patrocinadora da iniciativa, que conta com o apoio da prefeitura do município. O lançamento do projeto será às 9h de domingo, no lago municipal, com a presença do prefeito Luiz Carlos Souto e do secretário de Esportes, Nilton Jardim.

O censo 2010 do IBGE registrou 13.663 habitantes em Ipaussu. Como a cidade é pequena, há apenas uma estação para pegar e devolver as bikes, localizada no lago – um ponto turístico e de encontro de moradores para a prática de atividades físicas e de lazer, bem no centro da cidade.

O período de uso das bicicletas é de uma hora, entre a retirada e a devolução. No entanto, um mesmo usuário poderá usar o serviço mais de uma vez durante o dia.

De acordo com a gerente-geral de Relações Institucionais da Duke Energy, Ana Amélia de Conti Gomes, trata-se de mais um projeto de sustentabilidade que a empresa desenvolve em municípios vizinhos aos seus empreendimentos no Rio Paranapanema, e o primeiro de bicicletas compartilhadas. “Além de uma opção de transporte não poluente e prático para curtas distâncias, a bicicleta também serve para passeios e lazer.

Os ciclistas obtêm os benefícios do exercício físico, e o projeto ainda contribui para a conscientização sobre a preservação do meio ambiente”, expõe Gomes.

Como funciona
Antes de utilizar as bicicletas, os interessados precisam se cadastrar no Duke-Bike pessoalmente, no posto do projeto, ou pela internet (www.dukebike.compartibike.com.br/). Para os que fizerem o cadastro online, será cobrada uma taxa de R$ 1, para checagem e validação dos dados. Os que optarem por se cadastrar pessoalmente devem levar um documento de identidade e um comprovante de residência, e sua adesão será gratuita. Uma vez cadastrada, a pessoa utilizará as bicicletas de graça.

É importante que o usuário respeite o tempo permitido, que é de uma hora, caso contrário haverá suspensão do sistema: um atraso, suspensão de uma semana, dois atrasos, de duas semanas e três atrasos deixarão o participante por um mês sem utilizar o projeto.

VEJA TAMBÉM

#MAIS LIDAS DA SEMANA