Após doença da mãe, mulher perde 44 kg com reeducação alimentar

Mônia Fadel decidiu emagrecer depois de enfrentar o câncer da mãe. Moradora de Palmiltal chegou a pesar 116 kg e quebrar uma cama.

Mônia chegou a pesar 116 kg, hoje está com 72
(Foto: Arquivo Pessoal/ Mônia Fadel )

A operadora de caixa Mônia Fadel, de 31 anos, conviveu desde a infância com os quilos a mais, mas a gravidez e os sentimentos de tristeza e ansiedade que ela enfrentou durante o tratamento da mãe, que foi diagnosticada com câncer de mama em 2009, fizeram os ponteiros da balança saírem do controle.

“Eu sempre fui gordinha, pesava 85, 90 quilos, fazia dieta maluca emagrecia um monte, passava mal e depois engordava tudo de novo. Eu emagreci bastante antes de casar, mas a gravidez e a doença da minha mãe fizeram com que eu chegasse perto dos 120 quilos”, diz a moradora de Palmital.

Ela conta que em um mês engordou mais de 20 quilos. “Eu fiquei um mês longe dela por causa do tratamento e isso nunca tinha acontecido comigo, eu nunca fiquei tanto tempo sem vê-la, pensei que ela ia morrer”. A força de vontade da mãe em se curar e necessidade de cuidar dela foram essenciais para que Mônia decidisse emagrecer, mas um fato que ela classifica como “constrangedor” foi o marco para começar as mudanças na alimentação.

“Eu comecei a minha dieta em um domingo, bem atípico porque quase todo mundo começa na segunda, mas nesse dia eu estava com meu marido e meu filho brincando de guerra de travesseiros e a cama quebrou, foi horrível. A partir daí eu decidi que era a hora mesmo de emagrecer, eu subi na balança e estava pesando 116 quilos”, afirma.

Eu não tinha condições financeiras de ir ao nutricionista. Mas, eu não desisti falei para minha mãe “minha dieta vai ser de pobre mesmo” e eu vou conseguir emagrecer””

– Mônia

Antes adepta das dietas malucas e remédios tarja preta, Mônia descobriu o segredo para emagrecer com a reeducação alimentar. “Eu sempre li muitas revistas de dieta e tinha uma noção do que é bom comer e o que devemos cortar. Na verdade no fundo a gente sabe o que pode comer e a quantidade”, destaca.

Mônia montou o próprio cardápio a base de muitas frutas, saladas, leite e carne grelhada. “Eu não tinha condições financeiras de ir ao nutricionista, fazer cirurgia então, nem pensar. Mas, eu não desisti falei para minha mãe “minha dieta vai ser de pobre mesmo” e eu vou conseguir emagrecer”.

Mônia emagreceu 44 kg com reeducação alimentar
(Foto: Arquivo Pessoal/ Mônia Fadel)

No começo, Mônia conta que não conseguia fazer muitos exercícios por causa do peso, mas começou andando de esteira em casa e indo a pé para o trabalho. Hoje ela continua com as caminhas e faz bicicleta ergométrica. Além da alimentação balanceada, a operadora de caixa recorreu a alguns produtos naturais que ajudam a acelerar o metabolismo. “Teve um período que eu estacionei, então comecei a tomar a cápsula de chá de 30 ervas. Ao invés de tomar chá, que é diurético e acalma, eu tomo a cápsula porque é mais fácil e rápido. É muito bom porque ajuda com a minha ansiedade”, completa.

Em um ano, a operadora de caixa conseguiu emagrecer 44 quilos chegando aos 72 quilos que mantém até hoje, distribuídos em 1,69m. “Com a reeducação alimentar a gente realmente aprende a comer. Aprender a comer nos horários certinhos e a quantidade adequada, esse é grande segredo, além de se amar. Nós precisamos entender que não somos uma lata de lixo que você joga qualquer porcaria para dentro. É aprender a comer o que é saudável”.

Conselho nas redes sociais e novo negócio
A mudança na vida de Mônia não foi só física, a operadora de caixa foi convidada por várias revistas e sites especializados em dieta para contar a sua experiência de sucesso no emagrecimento. Hoje, ela também divide essa história e as vitórias diárias com as amigas por meio das redes sociais.

Em apenas um ano eu conquistei várias coisas e o mais importante é recuperar a autoestima e poder dizer que hoje eu sou muito feliz”

– Mônia

“Dou conselho, coloco meu cardápio diário, tiro fotos dos pratos, receitas leves. Ajudo sem nada em troca, porque sei como faz falta não ter um incentivo e tem dado resultados, tem uma amiga minha que já emagreceu 18 quilos. É um canal de desabafo, para dar aquela força para alguma amiga que pensa em desistir da dieta e troco informações com pessoas de todos os lugares, até gente que está fora do país”, afirma.

Além da popularidade nas redes sociais e chance de ajudar outras pessoas, as mudanças no visual da operadora de caixa também trouxeram oportunidades na vida profissional. Além do trabalho em uma loja de tintas, Mônia cuida de uma loja virtual de produtos naturais. “São chás, grãos, complementos naturais que ajudam na dieta balanceada. Em apenas um ano eu conquistei várias coisas e o mais importante é recuperar a autoestima e poder dizer que hoje eu sou muito feliz”, finaliza.

Sucesso na dieta trouxe várias mudanças na vida da operadora de caixa (Foto: Arquivo Pessoal/ Mônia Fadel)

#MAIS LIDAS DA SEMANA