Motorista morre em tombamento de caminhão carregado de etanol

Rodovia teve o trânsito interditado na manhã desta quinta-feira (18), na altura do km 519,5, em Rancharia. Combustível vazou no local.

Carga de etanol vazou no local do tombamento (Foto: Reprodução/TV Fronteira)

O motorista de um caminhão morreu depois que o veículo que ele conduzia, carregado com etanol, tombou na Rodovia Raposo Tavares, próximo ao entroncamento de Rancharia. O acidente ocorreu na manhã desta quinta-feira (18).

Segundo o Corpo de Bombeiros, o acidente foi por volta das 8h30. Ainda de acordo com a corporação, o motorista do caminhão já se encontrava morto nas ferragens, e não chegou a ser socorrido.

Carga de etanol vazou no local do tombamento (Foto: Reprodução/TV Fronteira)

Conforme a corporação, os bombeiros e a perícia técnica se encontram no local fazendo a prevenção, pois ainda está vazando combustível. Foi realizada a contenção do material. Porém, em nota, a Concessionária Auto Raposo Tavares (Cart) relatou que, como medida de segurança devido ao risco de explosão, o tráfego na pista no sentido Rancharia-Assis foi parcialmente bloqueado.

Ainda segundo a nota, a Cart, o Corpo de Bombeiros e representantes de órgãos públicos ambientais estão no local avaliando a situação para liberar o tráfego o mais rápido possível e em segurança.

A Cart informou que o tráfego no sentido Rancharia-Assis encontra-se no momento bloqueado na altura do km 519,5 (Rancharia), com desvio dos veículos leves e médios pela pista do sentido contrário. Os veículos pesados aguardam sobre a pista a liberação para prosseguir viagem.

A Polícia Militar Rodoviária está no local orientando os usuários. Na pista no sentido Assis-Rancharia o tráfego flui normalmente.

O motorista foi identificado como Castorino Franco, de 46 anos. O caminhão carregava no total 45 mil litros de etanol e seguia de Nova Andradina (MS) para Guarulhos (SP).

Carga de etanol vazou no local do tombamento (Foto: Reprodução/TV Fronteira)
Carga de etanol vazou no local do tombamento (Foto: Reprodução/TV Fronteira)

#MAIS LIDAS DA SEMANA