Criador de cães tem filhotes de raça furtados em Bauru

Cinco pugs e um spitz alemão, avaliados em R$ 20 mil, foram levados.
Vítima acionou a polícia, que investiga o caso.

Criminosos levaram cinco filhotes da raça pug (Foto: arquivo pessoal/ Fábio Gonçales )
Criminosos levaram cinco filhotes da raça pug (Foto: arquivo pessoal/ Fábio Gonçales )

A polícia procura pelo suspeito de ter furtado seis filhotes de cachorro, avaliados em R$ 20 mil, de uma casa na Vila Carolina em Bauru (SP). O furto aconteceu na sexta-feira (4) e segundo a polícia, testemunhas viram o suspeito rondando a casa durante o dia. Ainda segundo relatos de testemunhas à polícia, o ladrão usou uma escada para subir no telhado da casa e estaria disfarçado de jardineiro. O dono registrou um boletim de ocorrência e a polícia investiga o caso.

Segundo o dono dos animais, Fábio Gonçales, os criminosos levaram apenas os cães, mais nada foi furtado na residência. “Tinha tênis, roupas, várias coisas a mostra e levaram só os filhotes. Então a gente acredita que seja uma quadrilha especializada na venda ilegal desses cães. Já ficamos sabendo de vários casos”, conta.

Os cinco pugs e um filhote da raça spitz alemão foram levados da casa mãe de Fábio.  Ele trabalha há 10 anos como criador de cães e nunca tinha passado por uma situação como essa.

“A gente tenta se assegurar de todas as formas. Por isso mesmo que eu levo os filhotes para casa da minha mãe, porque eu tenho um canil que fica no sítio, em uma área rural. Mas, os filhotes assim que desmamam eu deixo na casa dela. É uma forma de garantir a segurança também”, completa.

Um filhote da raça spitz alemão também foi furtado (Foto: arquivo pessoal/ Fábio Gonçales)
Um filhote da raça spitz alemão também foi furtado
(Foto: arquivo pessoal/ Fábio Gonçales)

Ainda de acordo com o criador, ele somente mostra os filhotes para pessoas interessadas em comprá-los e somente com hora marcada. “Eles também não ficam em um lugar visível na casa, ficavam nos fundos. Por isso, nós suspeitamos de uma das pessoas que viu os filhotes.”

Segundo Fábio, um rapaz marcou horário para ver os filhotes, mas chegou uma hora antes e ele precisou levá-lo na casa da mãe, onde os cães estavam. “Ele disse que estava com pressa e acabei levando ele lá, o que não faço normalmente, ele tirou fotos e depois sumiu. Isso aconteceu dias antes do furto.”

O criador também entrou em contato com outros criadores de pugs e uma deles, uma mulher de Marília, contou que também atendeu um rapaz com as mesmas características. “Por isso acreditamos que tenha sido um furto planejado mesmo. Além disso, o homem que foi visto pelas testemunhas com a escada já estaria rondando a vizinhança há pelo menos três dias”.

#MAIS LIDAS DA SEMANA