Homem morre com golpes de marreta ao entregar marmita em Marília

Vítima de 28 anos teria emprestado dinheiro ao suspeito, diz polícia.
Sobrinho do homem que está foragido foi preso por participar do crime.

Homem desapareceu após fazer entrega de restaurante (Foto: Edio Junior/Arquivo Pessoal)
Homem desapareceu após fazer entrega de restaurante (Foto: Edio Junior/Arquivo Pessoal)

A Polícia Civil investiga a morte de um homem de 28 anos no final da manhã de quarta-feira (1º), em Marília (SP). De acordo com o delegado da Delegacia de Investigações Gerais (DIG), Valdir Tramontini, Eder Batista da Silva foi atingido por golpes de marreta quando entregava uma marmita em um estabelecimento localizado na Rua José Martins.

O delegado informou que o suspeito do crime estaria devendo dinheiro para vítima. “Esse crime teria ocorrido porque a vítima teria emprestado dinheiro para o suspeito, de 49 anos. Ele não teria pago a quantia e estava sendo cobrado”, explica.

Uma denúncia anônima informou o crime aos policiais, que foram ao local e encontraram diversas manchas de sangue. “A proprietária do restaurante estranhou a demora do entregador e acionou as polícias Militar e Civil. Quando chegamos no local encontramos sangue e uma marreta”, diz Tramontini.

A polícia disse que um jovem, de 21 anos, sobrinho do suspeito, confessou participação no crime. “O principal suspeito não foi encontrado, mas o sobrinho dele foi localizado e, na casa, encontramos roupas com resquícios de sangue. Ele confessou que participou do crime ao ligar para o restaurante a pedido do tio, que ficou atrás do muro e golpeou a vítima com uma marreta. Ele afirmou que ajudou a colocar o corpo de Eder no porta-malas de um carro”, diz Tramontini.

Em seguida, eles levaram o corpo até o distrito de Jafa e o enterraram às margens de uma estrada de terra. “O sobrinho do suspeito nos levou ao local e desenterramos o corpo. Constatamos que a vítima realmente foi golpeada na cabeça pela marreta. Também encontramos o capacete e os compartimentos onde ele transportava as marmitas, já a motocicleta foi encontrada a quatro quadras do local do crime”, afirma.

O jovem foi preso em flagrante ainda na quarta-feira por homicídio e acultação de cadáver, já o homem não foi encontrado e é considerado foragido.

#MAIS LIDAS DA SEMANA