DER segue sem prestar serviços a motoristas nas estradas da região

Por atraso em licitação, há quatro meses usuários de rodovias administradas pelo órgão estão sem guincho e socorro mecânico. Animais mortos também não são retirados da pista.

Placa indica telefone 0800 para serviços do DER que estão suspensos por atraso em licitação (Foto: Reprodução / TV TEM)

Há cerca de quatro meses, os motoristas que trafegam por rodovias da região, administradas pelo DER (Departamento de Estradas de Rodagem), sofrem com a falta de serviços normalmente oferecidos, como guincho e socorro mecânico.

A situação se deve a um atraso na licitação para a contratação da empresa prestadora desse tipo de serviço. Com isso, os motoristas que têm problemas mecânicos em seus carros e não contam com seguro acabam no prejuízo, pois têm de recorrer a empresas particulares para remoção de seus veículos.

Ana Paula de Almeida Menegheti, administradora de uma empresa de guinchos, conta que o número de chamados aumentou bastante. Os atendimentos, que na maioria dos casos eram para usuários com veículos segurados, agora têm sido para o público em geral.

Além do serviço de guincho, o recolhimento de animais nas estradas também foi suspenso. No começo do mês, motoristas registraram imagens de uma jaguatirica que morreu atropelada na rodovia que liga Duartina a Cabrália Paulista. O corpo do animal ficou jogado no acostamento durante todo o dia.

Em junho, Jaguatirica morreu atropelada e ficou horas jogada no acostamento (Foto: Divulgação / Redes sociais)

Diante da situação, parte desses serviços ficou a cargo da Polícia Rodoviária. Segundo o tenente Gabriel Eleutério, diante dessa nova demanda, operações normais da corporação, como patrulhamentos e fiscalizações, acabam prejudicadas.

Na região, o DER gerencia as rodovias que ligam Bauru às cidades de Marília e Arealva e a estrada entre Pederneiras e Macatuba. O órgão estadual afirma que o processo para contratação de um prestador de serviço para unidade básica de atendimento está em fase final. Porém, por conta de recurso de uma das empresas participantes, não há previsão para a retomada dos trabalhos.

Em nota, o DER informa ainda que viaturas e equipes localizadas em outras rodovias estão sendo deslocadas para atender às ocorrências na região. Porém, a reportagem da TV TEM telefonou solicitando um serviço de guincho e recebeu a informação de um atendente de que o serviço está suspenso e que não há viaturas para o socorro.

Motoristas com problemas precisam recorrer a empresas particulares que fazem serviço de guincho (Foto: Reprodução / TV TEM)

VEJA TAMBÉM

#MAIS LIDAS DA SEMANA