Fique conectado

Região

Após batida, carro atropela criança e invade casa

Menina de 6 anos brincava com o irmão na calçada quando foi atingida. Ela foi socorrida com ferimentos na perna. Causas do acidente serão investigadas.

Publicado em

839

Veículo quase invadiu cômodo da casa (Foto: Murilo Barbosa/TV TEM)

Uma criança de 6 anos foi atropelada nesta quinta-feira (2) após uma batida entre dois carros em um cruzamento no bairro Itamaraty, em Botucatu (SP). Segundo a Polícia Militar, após atingir a criança, o veículo também invadiu uma casa.

A menina foi socorrida com ferimentos na perna e encaminhada para o Hospital das Clínicas da Unesp. Segundo informações do HC, o estado de saúde dela é estável.

De acordo com a PM, o acidente aconteceu no cruzamento da rua Luzia Damasceno Pontes com a Benjamin Figueiredo. Um dos veículos não teria respeitado a preferencial e acabou colidindo com o outro.

Motorista perdeu o controle do veículo, que acabou invadindo uma casa no bairro Itamaraty, em Botucatu (SP) (Foto: Murilo Barbosa/TV TEM)

O motorista do carro que trafegava pela preferencial perdeu o controle da direção e acabou avançando pela calçada, onde a menina e seu irmão gêmeo brincavam ao lado da mãe e de uma tia.

Em seguida, o carro invadiu uma casa, derrubando o muro da frente e danificando parte da parede de um dos cômodos.

O motorista do veículo também foi socorrido com ferimentos leves e encaminhado para o HC de Botucatu e permanece estável. A perícia esteve no local e vai investigar as causas do acidente.

Em nota, a prefeitura de Botucatu afirmou que o Setor de Trânsito estuda a possibilidade de instalação de equipamentos para redução da velocidade nesse local.

Carro acabou invadindo uma casa após acidente em Botucatu (SP) (Foto: Murilo Barbosa/TV TEM)

Perícia esteve no local para apurar as causas do acidente (Foto: Murilo Barbosa/TV TEM)

Polícia

Homem que caiu em cachoeira é identificado como motorista que abandonou carro com 400 tijolos de maconha

Resgate durou quatro horas; ele confessou que fugia da polícia quando caiu de uma altura de 70 metros; no carro abandonado em Marília (SP) havia quase 340 quilos da droga.

Publicado em

Do G1
Homem caiu em lugar de difícil acesso em Marília — Foto: Reprodução/TV TEM

Após quatro horas, o Corpo de Bombeiros conseguiu resgatar na noite de segunda-feira (18) o homem que caiu de uma cachoeira em Marília (SP), próximo ao distrito de Avencas. De acordo com a polícia, ele teria confessado que caiu no local quando estava fugindo da polícia.

O homem é suspeito de ter abandonado um carro com mais de 400 tijolos de maconha na rodovia Rachid Rayes no domingo (17). Ele não parou durante fiscalização, abandonou o carro e fugiu a pé. No carro havia quase 340 quilos da droga.

As equipes usaram cordas e rapel para chegar até a vítima que estava a 70 metros de altura em uma área de difícil acesso.

Segundo os bombeiros, o homem foi resgatado com traumatismo craniano, fraturas no punho e nas costelas e escoriações no rosto, mas estava consciente.

Ainda segundo os bombeiros, vítima estava com um celular e conseguiu avisar uma amiga no Mato Grosso sobre o acidente, que acionou a equipe.

O homem foi encaminhado ao Hospital das Clínicas de Marília. Ele disse que saiu de Mundo Novo (MS) e seguia para Ribeirão Preto quando foi abordado.

Polícia Rodoviária apreende tabletes de maconha em Marília — Foto: Divulgação/PM Rodoviária

Continue lendo

Polícia

Bombeiros se mobilizam para resgatar homem que caiu em cachoeira de Marília

Segundo a corporação, vítima está em uma área de difícil acesso com 70 metros de altura, na região do Distrito de Avencas. Homem acionou socorro através de um celular.

Publicado em

Do G1
Bombeiros se mobilizam para resgatar homem que caiu em cachoeira de Marília — Foto: TV TEM/Reprodução

O Corpo de Bombeiros de Marília (SP) está mobilizado desde a tarde desta segunda-feira (18) para socorrer um homem que caiu em uma área de cachoeira, na zona rural no Distrito de Avencas. Até às 20h45 a vítima ainda não havia sido resgatada.

O local é de difícil acesso e o homem está em um local que tem cerca de 70 metros de altura. Por isso, as equipes usam cordas e técnicas de rapel para chegar até a vítima.

Segundo as primeiras informações dos bombeiros, o homem estaria ferido, com fraturas nas costelas e nas pernas, além de escoriações pelo corpo.

Ainda segundo os bombeiros, vítima estava com um celular e conseguiu avisar uma amiga no Mato Grosso sobre o acidente, que acionou uma equipe.

Continue lendo

Polí­tica

Vice-prefeito renuncia em Palmital; prefeito diz ‘respeitar decisão’

Com a decisão, o cargo de vice prefeito de Palmital está vago.

Publicado em

De O Diário do Vale
Júlio Toshio Yamamoto, agora ex-vice prefeito de Palmital (Foto: Reprodução/Jornal da Comarca)

O vice-prefeito de Palmital (SP) Júlio Toshio Yamamoto, protocolou nessa segunda feira um documento no qual renuncia ao seu cargo já a partir desta segunda-feira (18). Yamamoto foi eleito em 2016 e assumiu o cargo em 2017, ao lado do atual prefeito José Roberto Ronqui.

No documento apresentado, o vice-prefeito afirma que sua decisão de renúncia ‘tem efeitos imediatos, é ‘irretratável e irrevogável’. Com a decisão, o cargo de vice prefeito de Palmital está vago. No caso de ausência do prefeito, o presidente da Câmara de Vereadores assume o cargo.

“Deixo o cargo público a mim conferido pela população deste município, por motivo pessoal, de foro íntimo e em respeito a todos os votos que me foram confiados pela população palmitalense, a quem agradeço de coração o carinho, o respeito e a confiança que me foram depositados nas urnas’, disse o vice prefeito na carta renúncia.

O documento de renúncia foi protocolado na prefeitura de Palmital ao prefeito José Roberto Ronqui; na Câmara de Vereadores ao presidente Francisco de Souza Caninha e também ao juiz eleitoral da 83ª Zona Eleitoral de Palmital, Luís Fernando Vian.

‘Respeito a decisão’

Por sua vez, o prefeito José Roberto Ronqui disse ao “O Diário do Vale” que respeita a decisão do vice-prefeito. Segundo disse, ‘trata-se de uma decisão pessoal’. “A gestão, independente da decisão do vice-prefeito, continua trabalhando normalmente em favor do município e da população”, completou Ronqui.

Continue lendo
WhatsAssp AssisNews
Solutudo 300
Publicidade

FaceNews

Mais lidas