Fique conectado

Região

Boi cai em bueiro e mobiliza Corpo de Bombeiros no resgate em Marília

Bombeiros usaram uma corda e precisaram da ajuda de moradores do local para retirar o animal de uma fenda apertada. Ele foi retirado sem ferimentos.

Publicado em

341

Após ser içado com cordas, animal deixou o buraco sem ferimentos (Foto: Arquivo pessoal)

O resgate de um boi que caiu em um buraco mobilizou equipes do Corpo de Bombeiros de Marília (SP) durante a tarde desta terça-feira (7).

O acidente aconteceu no bairro Teotônio Vilela, na zona sul da cidade. O animal caiu em um buraco estreito de um terreno que fica no cruzamento das ruas João Correia de Carvalho e Rosa Maria Cruz.

Com a ajuda de moradores da região, os bombeiros usaram uma corda e conseguiram tirar o animal do buraco sem ferimentos.

Após ser içado com cordas, animal deixou o buraco sem ferimentos (Foto: Arquivo pessoal)

Região

Temporal provoca mais 650 ocorrências na rede elétrica nas regiões de Assis e Tupã

Cabos foram rompidos, postes derrubados por árvores e galhos caíram sobre as redes em diversos pontos da região.

Publicado em

Do AssisNews
Também em Tarumã, torre de metal também não resistiu — Foto: Arquivo pessoal

A forte chuva, acompanhada de ventos de cerca 70km/h e raios, que atingiu as regiões de Assis e Tupã na tarde de ontem, 19/10, por volta das 18h, provocou mais de 680 ocorrências no sistema elétrico da Energisa Sul-Sudeste, um aumento de cerca de 1.600% no atendimento diário realizado pela empresa.

Cabos foram rompidos, postes derrubados por árvores e galhos caíram sobre as redes em diversos pontos da região. As cidades mais afetadas foram Tupã, Bastos, Nantes, Iepê, Paraguaçu Paulista, Quatá, Lutécia, Oscar Bressane, Echaporã, Assis, Cândido Mota, Tarumã, Palmital, Salto Grande e Ribeirão do Sul.

Neste momento, inúmeras equipes próprias e terceirizadas trabalham para restabelecer o fornecimento em alguns bairros e áreas rurais dessas localidades. Mais de 55% das ocorrências já foram atendidas.

A empresa orienta aos clientes que encontrarem fios caídos, que mantenham distância e avisem imediatamente a concessionária pelo telefone 0800 7010 326 (ligação gratuita). Além do contato via 0800, os clientes também podem acionar a distribuidora pelo aplicativo Energisa On, Facebook.com/Energisa ou pelo site www.energisa.com.br. Em caso de falta de energia, o contato pode ser realizado pelo mesmos canais citados.

A Energisa Sul-Sudeste conta com a compreensão de todos.

Continue lendo

Região

Prefeitura de Tarumã vacina mais de 2 mil animais contra a raiva

Desse total de animais vacinados, 1450 vivem na cidade e 566 são da zona rural de Tarumã.

Publicado em

Do AssisNews
Prefeitura de Tarumã vacina mais de 2 mil animais contra a raiva (Foto: Divulgação)

A Secretaria da Saúde de Tarumã, através da Vigilância Epidemiológica, Equipe Saúde da Família e uma médica veterinária, responsável pela vacinação, promoveu, de 17 de setembro a 3 de outubro de 2018, uma campanha gratuita de vacinação antirrábica para cães e gatos.

Foram vacinados, no total, 2016 animais, entre cachorros e gatos, superando a meta estabelecida pelo Ministério da Saúde. Desse total de animais vacinados, 1450 vivem na cidade e 566 são da zona rural de Tarumã.

Embora, nos dias de hoje, a raiva seja uma doença considerada um tanto incomum, ela ainda é tida como uma grande preocupação por parte dos donos de pets. Incurável nos animais e fatal em 100% dos casos, a doença é uma zoonose e, portanto, também pode afetar os seres humanos – sendo que a vacina antirrábica é, ainda hoje, a sua única forma de prevenção.

Tendo isso em vista, no Brasil, a maioria dos estados e municípios promovem campanhas anuais de combate à doença, incentivando que os donos de pets levem seus bichinhos de estimação para que a vacina antirrábica possa ser administrada. No entanto, como ainda há uma grande quantidade de animais abandonados por todo o país, a transmissão da doença não é algo descartado.

Prefeitura de Tarumã vacina mais de 2 mil animais contra a raiva (Foto: Divulgação)

Continue lendo

Meio Ambiente

Pitangueira com mais de 35 anos é cortada em Paraguaçu e causa revolta da população

Departamento de Meio Ambiente da cidade afirma que já tomou conhecimento da denúncia e as providências cabíveis serão tomadas.

Publicado em

Assessoria
Pitangueira com mais de 35 anos é cortada em Paraguaçu e causa revolta da população

Uma pitangueira de 35 anos localizada em uma calçada da Avenida Paraguaçu, próximo ao prédio do INSS, foi cortada sem autorização da Prefeitura de Paraguaçu Paulista ou do proprietário do imóvel em cuja calçada a árvore frutífera foi plantada.

Esta não é uma atitude isolada, já que a prática de corte ou poda radical de árvores sem autorização tem ocorrido com frequência no município. No caso da pitangueira, a engenheira agrônoma do Departamento de Meio Ambiente da Prefeitura, Priscilla Ruiz, esclarece que já tomou conhecimento da denúncia e que as devidas providências serão tomadas.

O corte ou poda de árvores sem autorização é crime, as Leis Municipais nº 1.978/1997 e nº 2.582/2008 prevê a aplicação de multa para os infratores. Os prestadores de serviços que realizam o corte ou a poda também devem ficar atentos, antes de executar o serviço exija do contratante a autorização emitida pelo Departamento de Meio Ambiente, pois também serão penalizados no caso de corte e poda irregular.

Continue lendo
WhatsAssp AssisNews
Publicidade

FaceNews

Mais lidas